Capítulo 11

Selo 11 Macaco AzulDesenvolvimento da Personalidade Secundária Como Agente ou Veículo Para Viagem no Tempo

Postulado 11.1
Todas as entidades biológicas chamadas humanas possuem um hólon, uma duplicata quadridimensional, dormente e reprimida durante o desvio 12:60 da norma.
A ativação do hólon é um desenvolvimento evolutivo dependente da libertação da consciência instintiva orgânica em consciência contínua telepática .
Postulado 11.2
Como padrão psicogenético quadridimensional da entidade tridimensional, o hólon recebe mensagens e instruções de duas entidades puramente quadridimensionais, comumente conhecidas como “guias” ou “anjos” totalmente imperceptíveis e desconhecidas para o ego tridimensional.
Postulado 11.3
Quer o ego tridimensional esteja ciente ou não, os impulsos recebidos pelo hólon são transmitidos para o coração como sensação instintiva para serem percebidos, correta ou incorretamente, pela mente como “insight”.
A alma é a conceituação tridimensional do hólon.
Postulado 11.4
O ego é a identidade pessoal tridimensional desenvolvida conforme as condições externas do ciclo histórico.
No campo mental 12:60, o ego usurpa as funções reprimidas do hólon-alma e, então, torna-se cada vez mais distante dos operadores quadridimensionais.
O ego é a falsa alma.
O ego é para a alma o que o 12:60 é para o 13:20.
Postulado 11.5
A inteligência operando pela Lei do Tempo finalmente atinge a base do conhecimento correto para identificar o hólon.
Quando o hólon é entendido de maneira correta como padrão psicogenético quadridimensional ou dupla da entidade tridimensional, o conhecimento espiritual exato é restabelecido e o ego é reduzido ou substituído em favor do desenvolvimento do hólon.
Postulado 11.6
O desenvolvimento do hólon é o veículo principal do auto-cultivo no tempo quadridimensional da cultura galáctica.
Esta forma de auto-cultivo é levada a termo através da aplicação consciente das potencialidades do vetor tempo e da construção das geometrias do tempo através da formação dos padrões das Harmônicas Celestiais.
Postulado 11.7
A coordenação das potencialidades do vetor tempo de acordo com as variedades das Harmônicas Celestiais do teletransporte sensorial e da viagem no tempo estabelece um sistema de pontos de junção.
Os pontos de junção são aqueles pontos onde o hólon e a experiência da entidade tridimensional mantém entradas de fluxo mútuo.
Através do fluxo mútuo de informação e energia , os pontos de junção evocam a estrutura de uma persona alternativa.
Postulado 11.8
Correspondendo à singularidade da padronagem psicogenética individual, a estrutura dos pontos de junção estabelecem a base de uma personalidade secundária ou de uma duplicata quadridimensional.
Postulado 11.9
O cultivo da personalidade secundária através da estrutura dos pontos de junção tem como objetivo o fortalecimento do hólon quadridimensional de maneira a facilitar ou a capacitar a construção dos veículos para a viagem no tempo.
A personalidade secundária é igual a “armadura e armamento” do hólon para dirigir seu veículo de transporte no tempo aos destinos onde forças desconhecidas podem precisar ser domadas ou domesticadas.
Postulado 11.10
A libertação do inconsciente instintivo reprimido para o campo do hólon liberado do consciente contínuo telepático ,análogo à abertura do banco psi com a ejeção da Ponte do Arco-Íris Circumpolar, resulta a libertação da energia psíquica reprimida.
A energia psíquica reprimida é proporcional à qualidade da oscilação neuro-sensorial comprometida no processo do teletransporte sensorial.
Postulado 11.11
A energia psíquica reprimida é o lubrificante da personalidade quadridimensional dotando-a com vibração e vitalidade.
A qualidade e a natureza da personalidade alternativa é determinada pela natureza da energia psíquica reprimida em relação à singularidade da padronagem psicogenética
Postulado 11.12
Tendo em vista que o domínio CA do ciclo 12:60 é de orientação e direção permanentemente masculina, resultando também na distorsão dos papéis femininos, a energia psíquica reprimida canalizada para a personalidade secundária da duplicata do hólon, tende para tipos andróginos, onde as características masculino e feminino da personalidade são combinadas em variados graus de poder expressivos.
Postulado 11.13
A personalidade quadridimensional alternativa complementa a configuração de vida da entidade tridimensional e toma crescente importância no desenvolvimento da cultura galáctica .Enfim a personalidade secundária do hólon é a “nave-alma” que transmigra entre os quadrantes supra-consciente hiperorgânico e consciente subliminar pós-orgânico do Cérebro Galáctico.