Capítulo 9

Selo 9 Lua VermelhaA Natureza da Evolução Hiperorgânica e o Advento da Era Psicozóica

Postulado 9.1
A evolução hiperorgânica é a normalização da prática do teletransporte sensorial.
Postulado 9.2
O teletransporte sensorial e a ativação das Harmônicas Celestiais representam uma hiper-extensão da mente através das construções imaginativas com metas e objetivos úteis.
Postulado 9.3
O cultivo do teletransporte sensorial através da manutenção de uma geometria projetiva coordenada de acordo com os conjuntos dos potenciais do vetor tempo, organizadas por uma multiplicidade coletiva de estações ou pontos planetários, estabelece um campo consciente contínuo conhecido como matriz telepática.
A matriz telepática não é criada como uma função abstrata, mas é a necessidade evolutiva da transição biosfera-noosfera.
Postulado 9.4
Através da visualização da matriz-guia dos potenciais do vetor tempo codificada como a Grade Maia onda do banco psi do triplete binário, o consciente contínuo do pulsar projetivo e geometria radiativa dentro da matriz telepática restabelece a condição primordial das funções AC (cristal) CA (reflexo da vida) dentro do banco psi.
O reflexo da condição primordial das funções AC-CA realizadas dentro do organismo biopsíquico ativa a liberação do radion.
Postulado 9.5
O radion é o fluído elétrico quadridimensional contido dentro dos sete tipos de plasma radial estocados dentro da Terra.
Uma vez acionados pela compreesão telepática da sua função, os sete tipos de plasma radial produzindo radion são liberados no tempo durante um ciclo de sete anos, 1993-2000 DA.
A liberação programada dos diferentes tipos de radion tem o objetivo de restaurar o equilíbrio geoquímico e magnético.
Postulado 9.6
Os três primeiros plasmas radiais funcionam para criar um campo telepático primário térmico-luminoso, luminoso-térmico.
A liberação do quarto plasma estabelece o radion da matriz telepática, começando a ativação consciente do radion para lubrificar a fase consciente de quatro anos da transição biosfera-noosfera,1996-2000 DA.
Postulado 9.7
A liberação do radion é intensificada pela atividade da yoga e pela excitação sensorial-sexual, conscientemente aumentada como teletransporte sensorial.

Esta categoria de atividade e experiência estabelece um nível primário de radiosonia ou arquitetura radiosônica, a criação das estruturas imaginativas telepáticas capazes de “transporte”.

Postulado 9.8
A criação das estruturas telepáticas da arquitetura radiosônica primária do heptágono da Mente e do Parton Cúbico Primário são uma função dos quatro plasmas liberados durante a transição consciente biosfera-noosfera, de quatro anos.
O cubo de eixo polar duplo corresponde à coordenação AC-CA das linhas centrais planetárias e corpóreas.
Postulado 9.9
A criação da Ponte do Arco-Íris Circumpolar é uma função projetiva da radiosonia aplicada devido à liberação do radion, e da criação extra do heptágono da Mente e do Parton Cúbico Primário alinhados à coordenação mental coletiva da abertura das quatro placas do banco psi durante a fase consciente de quatro anos da transição biosfera-noosfera, 1996-2000 DA.
Postulado 9.10
A Ponte do Arco-Íris Circumpolar sintetiza as funções análogas dos campos de ressonância biopsíquico, eletromagnético e geomagnético numa correspondência entre a identificação axial do corpo planetário e humano e a projeção telepática coletiva simultânea .
Postulado 9.11
O alinhamento de todos os planetas, exceto a Terra, no outro lado do Sol, Lua Espectral 4, Terra Auto-Existente Vermelha, (5 de Maio de 2000), providencia um teste telepático coletivo para a ativação dos reguladores do tubo de fluxo polar eletromagnéticos.
O objetivo é a criação de um campo telepático de resistência magnética para estabilizar os pólos planetários.
Postulado 9.12
O tempo preciso da liberação da Ponte do Arco-Íris Circumpolar, Espelho Ressonante Branco, Dia-Fora-do-Tempo (25 de julho de 2000), restaura e ativa os reguladores do tubo de fluxo polar magnético adormecidos.
Sua conclusão com sucesso profetiza o triunfo do teletransporte sensorial (a ejeção da Ponte do Arco-Íris Circumpolar) como uma possibilidade evolutiva estabelecida, colocando a espécie e a biosfera de novo dentro da trajetória evolutiva espiritual do Cérebro Galáctico.
Postulado 9.13
A conclusão do experimento do campo telepático planetário preliminar da Ponte do Arco-Íris Circumpolar estabelece a supra consciência hiperorgânica como um potencial biopsíquico normativo e prediz o advento da era Psicozóica.
A supra-consciência hiperorgânica refere-se à ampliação da experiência e projeção sensoriais como uma estimulação simbiótica e simultânea de energia e informação.
Psicozóica refere-se à coordenação telepática de todas as funções biosféricas de acordo com a Lei do Tempo, T(E)=Arte.