(18) O Espírito Fala. A Reciclagem Da Biosfera

(18) O Espírito Fala. A Reciclagem Da Biosfera
Eu sou espírito. Eu sou o outro Eu da biosfera, o Eu que se lembra. Desde o tempo da primeira tartaruga e da primeira árvore, eu fui sempre o outro Eu da biosfera. Espírito é o conhecimento do tempo. Espírito habita no tempo. Quando acordares no tempo, ou quando souberes que é o momento certo, o espírito acorda e conversa.

Última geração dos filhos da Terra, com os olhos brilhantes, fitando em redor, podes ver a tua biosfera inteira? Podes saber de cada fluxo de sua vida, podes conhecer cada momento da tua longa existência? Podes sentir toda a sua agitação no filme da vida e da luz, manto exterior do tempo da Terra?

Eu sou o Espírito, escuta-me. Qualquer que seja a forma que o tempo tome, eu cerco e entro nele. Nenhuma forma do tempo fica sem o meu fôlego. Nenhuma forma do tempo fica sem o meu conhecimento. Nenhum sonho do tempo fica sem a minha formação.

A biosfera é um dos meus sonhos do tempo. A biosfera é moldada através do meu sonho do tempo. O que é esta forma no tempo que o meu sonho cria como biosfera?
É uma membrana, uma pele flexível que respira. É eletrodinâmica. É um tecido magneticamente sensível, quimicamente hiperativo, envolvente que está totalmente vivo. É uma forma de vida tão grande quanto o planeta, e tu és apenas uma única célula que nada na sua seiva!

Esta pele redonda de oceanos e ilhas está acondicionada à volta do cristal pulsante da esfera da Terra. Para cima, esta delicada membrana flutuante de vida dissolve-se em camadas invisíveis da atmosfera, eletromagnéticas e de radiação cósmica.

A biosfera é uma vida por si só. É uma vida superior de infinitos órgãos e funções. Todos os órgãos e funções que cooperam para manter a biosfera no seu deslumbrante jogo de energias cósmicas e cheia de formas de vida, que são as formas do tempo.

A cooperação é o valor supremo da vida da biosfera. Sem cooperação entre todos seus organismos interdependentes, a biosfera teria um colapso. A Terra não teria vida.

Como uma enorme medusa que se agarra a uma bola em órbita no espaço, a transparente e brilhante biosfera é um ser vivo, é a vida de toda a Terra.

Na biosfera, os humanos são a última das experiências do tempo com a vida. O Ser humano traz a inteligência autorreflexiva para a vida da biosfera. O propósito da vida na Biosfera é simples: Manter a Terra como um único organismo. Com inteligência humana, toda a vida na Terra pode tornar-se autoreflectiva: Ter sabedoria.

Como um super gigante, a biosfera tem tido a mesma massa desde que a vida surgiu na Terra. A atmosfera nunca foi nem mais nem menos do que é agora. A quantidade de matéria viva, chamada de biomassa, convertendo a radiação em vida, também permaneceu na mesma. Mesmo que a biomassa tenha assumido muitas formas de vida diferentes, através da longa história da Terra, manteve-se sempre constante.

Que tipo de ser é a biosfera? Como é que a biomassa permanece constante? Como poderia a biosfera manter-se como um ser vivo sobre toda a parte da Terra ao longo do ciclo da Nova Era? A biosfera mantém-se constante através da reciclagem do seu próprio tempo!

A biosfera é um conversor cósmico, numa constante reciclagem governada pelo tempo. O tempo é o governador e o combustível da vida da biosfera.

Vós, última geração dos filhos da Terra, acordem e expandam as vossas mentes. A biosfera precisa de vocês para se tornar responsável!

Como podes ajudar a biosfera? Tornando-te responsável pelo tempo! Última geração dos filhos da Terra, acordem e abram as vossas mentes. O Tempo é tudo o que têm, mas dificilmente percebem isso! Escutem novamente a história do tempo e da biosfera:

No início, quando a Mãe Terra emergiu do infinito, ela recebeu um precioso dom dos anciãos do tempo sem fim, o próprio tempo.

Filha da Terra, os anciãos do tempo sem fim, dirigiram-se à nossa jovem Mãe Terra, agora estás a deixar-nos para ires para o inicio da Nova Era. Isto vai durar um longo tempo. Usa-o sabiamente. Quando a teia da vida começar a tecer a sua biosfera, está pronta para nomear os teus guardiões do tempo, a tartaruga e a árvore. Sem estes dois guardiões do tempo, a criança humana não será capaz de se lembrar de como fechar o tempo Nova Era e abrir o tempo da navegação.

Lembra-te, filha da Terra, os anciãos do tempo sem fim concluíram que a biosfera apenas tem um determinado limite de tempo para brincar. Mas se girares o teu tempo bem, a biosfera aprende a reciclar este tempo e tu irás alcançar o teu objetivo. Um dia, além da unidade de tempo, vais navegar nos rios do tempo.

No mais profundo do seu núcleo cristalino fundido, a mãe Terra guardou o seu tempo preciosamente. Quando surgiu a biosfera, ela deu o tempo para a biosfera. Quanto mais tempo a Mãe Terra deu à biosfera, mais ela aprendeu a girar no seu eixo polar. Desta forma, a mãe Terra, aprendia a equilibrar o tempo da biosfera com o seu próprio tempo planetário. Sem a ajuda da tartaruga e da árvore, a biosfera podia ter-se dissolvido mais que uma vez.

A Mãe Terra chama à biosfera “A teia”. A teia é a abreviatura de toda a biosfera da Terra. Como a camada mais externa do tempo da Terra, a teia abrange toda a Terra. Está tudo ligado dentro da teia, incluindo a biosfera: o inorgânico está ligado ao orgânico, a vida está ligada à vida, o tempo está ligado ao tempo. Toda a terra é uma teia de vida e tempo.

Todas as idades da Terra são recicladas através da teia. Porque a biosfera é fronteira cósmica da Terra, a Mãe Terra quer a teia para se tornar não apenas auto-organizada, mas também auto-refexiva. Quando a biosfera se torna completamente auto-reflexiva, então, a teia não necessita de se reciclar. A teia vai, finalmente, ser capaz de percorrer os rios do tempo da Terra.

Hoje toda a existência delicada mas longa e colorida da teia dependem do ser humano. Criança humana, consegues ver a fiação da teia do teu próprio tempo? Qual de vós se lembra de como fechar o tempo da Nova Era? Quem entre vós se lembra da unidade de tempo? Qual de vós se lembra como abrir o tempo do navegar?

Scroll to top