(22) Maya, A Estrela Mãe Testemunhou No Conselho Das Crianças Da Terra

(22) Maya, A Estrela Mãe Testemunhou No Conselho Das Crianças Da Terra
Quando o espírito terminou a sua canção, houve um silêncio em todo o poder do espírito do Conselho da Terra. De repente, apareceu uma testemunha especial. Foi Maya, a Estrela Mãe!

A Bisavó galáxia disse, as estrelas mãe são muito especiais para mim. Elas são muito sábias e maduras. Elas sabem como ainda permanecer ao longo do tempo, mesmo que as estrelas se comecem a reunir-se em torno delas. Filhos da Terra, o teu avô sol é apenas uma criança comparado com a estrela mãe em torno do qual ele gira.

A Bisavó Galáxia tinha razão. A Estrela mãe Maya foi muito especial. Ela ficou no centro da grande Assembleia dos poderes do Espírito. Ela era brilhante e em constante mudança. Seu esplendor e feixes de luz pulsantes estão a dançar por todo o lado. Ao mesmo tempo, o centro calmo da Mãe Estrela mantem todos num ponto.

A Mãe Estrela falou. A Mãe Terra diz que humanos mexeram com o seu manto do tempo, a biosfera. Criando um tempo falso, os humanos introduziram um tempo linear, introduziram um padrão irregular na sua biosfera. Esse padrão irregular da existência humana também mexeu com o meu tempo, e os humanos não sabem disso. A Terra é cósmica para o núcleo. O tempo da Terra é também tempo galáctico. Ao mexer com o tempo da Terra, o humano mexeu com toda a tecelagem do tempo galáctico.

Desta forma, o humano chamou a atenção para si. É por isso que estou aqui antes de ti, agora, a tua bisavó estrela Maya. Meus filhos são os navegadores do tempo. Dentro da sua biosfera aqueles que conhecem o pulsar da Terra batendo com o pulsar galáctico do tempo são também conhecidos como Maya.

Devido aos Maya, o conhecimento do tempo nunca se perdeu. Mesmo que todas as tartarugas e
árvores, e os povos da árvore e da tartaruga desaparecessem da Terra, o conhecimento dos Maya sobre o tempo iria prevalecer. Porque o tempo é soberano entre todas as coisas na galáxia.

Por causa dos Maya, nem tudo está perdido. Não é tarde demais para as crianças da Terra aprenderem algo novo, algo novo que é realmente algo velho, algo que a tartaruga e a árvore sempre souberam. E é isto:


12 não é 13

um único número que adicionado a doze
Deu ao tempo o poder de mover-se no circulo
contagem de doze meses, não é um circulo verdadeiro
faz o tempo linear faz com que todos se movam
num plano único numa única linha
ficando em nenhum lugar, mas mais longe
13 luas faz o tempo redondo
cada ano, um nascimento
para a Terra renovar

13 luas para fazerem o som da vida

10 não é 20
é apenas metade da Partitura
20 é o todo
e ainda mais
apenas metade da Partitura
é menos de metade do pintura
10 anos podem fazer milhões
mas tu sempre precisas de mais

Pequeno e divido ao meio
vive com dez dedos
e esqueceu que tem dez dedos dos pés

Ao 10 chamaram uma década
é apenas metade da Partitura
uma década leva à decadência
20 anos é o resultado do Todo
uma geração inteira

20 anos para a última geração
da última geração da Terra
para fechar o tempo da Nova Era
para trazer a unidade do tempo
para introduzir a hora do Sonhar

 

Filhos da Terra, o dom dos Maya é para saberes. Este tempo é teu, reclama-o. A última geração de filhos da Terra, já aprendeu e ensinou tudo. Não é tarde demais para aprender de novo. A biosfera espera que assumam a responsabilidade para se equilibrar. Treze Luas não é difícil de aprender e seguir. 20 dedos das mãos e dos pés não são difíceis de seguir e saber.

Maya, a estrela Mãe fez uma pausa. Então perguntou a todas as criaturas do espírito da assembleia da Terra, o que essas crianças precisam que agora não têm? Elas precisam do dom da tartaruga e da árvore; Elas precisam de um calendário que seja verdadeiro; Elas precisam de uma declaração de direitos biosféricos; e um Conselho Terrestre próprio, para que possam aprender a Ser simplesmente.

Quem vai saber que as crianças da Terra receberam estes quatro presentes? Como vos disse, eles estão prontos.

Assim que acabou de perguntar, Maya a Mãe estrela desapareceu. Todos os que estavam na reunião, no manto do espírito biosférico sentiram respeito pela apresentação e desaparecimento de Maya, a Mãe estrela. Todos os poderes do espírito sabiam que o alívio do stress biosférico dependia deles.

O espírito da árvore falou primeiro. Eu já apareci em muitas visões a muitas crianças diferentes. A história da tartaruga e da árvore é lembrada agora novamente a todos os filhos da Terra. Com a intenção certa, o espírito irá certificar-se que todas as crianças da terra lembrarão a tartaruga e árvore através da sua história. O primeiro presente está pronto. Deve ser divulgado. Vai ser lembrado e aprendido novamente.

Em seguida, o espírito dos animais alojado na lua surgiram e falaram com uma só voz: nós fornecemos o novo calendário das treze luas. Está pronto. Treze Luas trazem a unidade do tempo. Cada um de nós, treze espíritos dos animais viabilizam uma das luas para que todas as luas trabalhem juntas como uma escada de mão. Uma escada de serviço. Uma escada do tempo.

Treze Luas colocarão os filhos da Terra ao mesmo tempo no tempo natural. Em toda a Terra, o ser humano pode cooperar novamente. Sem cooperação e serviço, não há unidade do tempo. Enquanto o humano se encontrar no tempo de contagem doze, não importa o quão determinado ele procure ser, o humano não encontrará cooperação ou paz. O segundo presente do novo calendário está pronto. Deve ser divulgado. Vai haver paz.

Em seguida falou a tartaruga mágica. A declaração dos direitos biosféricos para todas as crianças da Terra está preparada e redigida. A Federação da tartaruga e da liga da árvore já tinham esta declaração de direitos pronta há muito tempo. A chamada das crianças para os Conselhos está contida na declaração de direitos. O terceiro e quarto presentes estão prontos. A declaração dos direitos será divulgada. Os Conselhos das crianças serão convocados. Lá haverá autonomia, igualdade e abundância para todos.

Agora, até ao encerramento do tempo da Nova Era devemos tocar os nossos tambores espirituais. Não deixe de tocar os tambores espirituais até que a unidade se dê. Mesmo assim, devemos continuar tocando. Quando ouvirmos o espírito dos tambores dos filhos da última geração da Terra ao mesmo tempo e ritmo que os nossos, então podemos descansar.

Assim, começou o rufar dos tambores anunciando a canção do fim do Tempo da Nova Era:


Dissolver o sonho do tempo linear

dar às crianças liberdade
dissolver o sonho do tempo linear
deixem as crianças Ser

Tambores rufando no tempo certo
presente da tartaruga é equilíbrio
tambores rufando no tempo certo
tranquilidade é o dom da árvore

Scroll to top