(24) Declaração Soberana Dos Direitos Da Biosfera

(24) Declaração Soberana Dos Direitos Da Biosfera

Em nome da Federação da tartaruga e da liga da árvore, a fim de fechar o tempo da Nova Era e inserir a unidade de tempo; no espírito do Perdão Universal, é agora declarado:

Pela lei suprema do tempo que rege toda Biosfera Terrestre e pelas leis soberanas de auto-geração, auto migração, auto organização e auto governação de toda a biosfera e cada uma das suas partes, os direitos soberanos de autonomia, igualdade e abundância agora são declarados para cada criança humana da Terra para reivindicar os seus próprios direitos; e assim, aceitando os direitos de autonomia, igualdade e abundância, todas as criança humana da Terra aceitam a responsabilidade desses direitos, a responsabilidade do serviço de cooperação e de harmonia.

A declaração soberana das leis, direitos e responsabilidades da biosfera para as crianças da Terra também constitui um cessar e desistir de todas as operações do tempo linear que desrespeitam estas leis, direitos e responsabilidades.

Para garantir os direitos da Biosfera para todas as crianças humanas da Terra, toda a autoridade actualmente investida na instituição do tempo linear é declarada nula e inválida.

Daqui em diante, nenhuma instituição do tempo linear deve, de modo algum, impor as suas leis sobre qualquer criança da Terra para que a autonomia da criança, igualdade e abundância sejam de alguma forma limitadas.

Funcionando no tempo linear, a inteligência humana afectou a diversidade da biosfera, e o equilíbrio da biomassa está ameaçado. Para compensar a perda da diversidade biosférica, a criança humana da Terra agora deve assumir a responsabilidade de fechar o tempo da Nova Era e inserir a unidade do tempo.

Aceitando a declaração de nulidade das instituições e da autoridade do tempo linear, incluindo do calendário de doze meses, o tempo da Nova Era finaliza.

Seguindo e aceitando o calendário das treze luas, crianças humanas da Terra dão o primeiro passo para a unidade de tempo.

Em nome da Federação da tartaruga e da liga da árvore, a chamada saiu para todas as crianças humanas da Terra:

No espírito do perdão universal e da auto capacitação começam imediatamente a organizar os conselhos das crianças de Terra.

De agora em diante, nenhum parlamento, nenhuma reunião de conselho corporativo, nenhum banco, escola, igreja, ou qualquer outro tipo de entidade se reunirá ou tomará decisões sem a presença do conselho das crianças.

A fim de restabelecer a igualdade e abundância, toda a prosperidade actual do tempo linear é agora da responsabilidade dos conselhos das crianças da Terra.

Cabe aos conselhos das crianças da Terra criar a agenda de prioridades para a restauração da criança humana no circulo sagrado do tempo da biosfera.

A prosperidade do tempo linear existente é para ser canalizada através desta agenda de prioridades de acordo e respeitando a lei suprema do tempo, as leis soberanas da biosfera e os direitos e as responsabilidades reconhecidas aos membros da biosfera. Entre as prioridades é a imediata restauração da saúde e o bem-estar de todas as criança humanas da Terra.

Cada acto em nome da biosfera é um acto de paz. Cada passo em nome da biosfera amacia o caminho. Ao cuidar de mim, o caminho está aberto para cuidar de tudo.

Com os sistemas de tempo linear dissolvidos, a criança humana autonomamente retorna ao tempo natural, os conselhos das crianças da terra terão qualquer forma apropriada para o novo lugar no tempo.

No tempo natural, não há nenhum governo, mas sim, autonomia. No tempo natural não há nenhuma religião, mas a própria vida. Quando os conselhos das crianças se dissolverem, haverá unidade no tempo. Quando houver unidade de tempo, os seres humanos conhecer-se-ão completamente na biosfera. Então eles saberão como entrar no tempo do sonho.

Até que a unidade de tempo seja conhecida por todos, os conselhos das crianças têm de fomentar e promover, de todas as formas criativas possíveis, os direitos e as responsabilidades da vida na
a biosfera.


Criança humana da Terra

A tua autonomia cumpre-se no serviço
tua igualdade cumpre-se na cooperação
tua abundância cumpre-se na harmonia

Criança da Terra
na quietude e no equilíbrio
conhecer e praticar os teus direitos
na quietude e no equilíbrio
sê como a tartaruga sê como a árvore
envolta no teu círculo do tempo
tão feliz e tão livre