(7) A Biosfera, O Circulo Terrestre Do Tempo

(7) A Biosfera, O Circulo Terrestre Do Tempo
A Bisavó galáxia diz, a biosfera é o nome da margem do tempo mais distante da terra. Esta margem de tempo define o limite do circulo terrestre do tempo.

Bio significa vida, e esfera é a forma original do tempo. O Tempo é um circulo, uma canção que canta através de tudo o que vive. Todas as vidas, vivem o círculo do tempo diário.

Noite e dia, tudo vive de acordo com a rotação.


Uma volta na Terra, uma biosfera

dançando o tempo de um circulo Terrestre
uma respiração, uma onda de vida
uma só voz para cantar um som comum

 

A Bisavó Galáxia diz, a biosfera é o manto da terra, do tempo vivo. A biosfera é a margem mais distante do batimento do núcleo de cristal da Terra. Mas o mais distante do núcleo é muito próximo da lua, do sol e para além de todas as estrelas.

Pulsando profundamente no único mar da Terra, a biosfera, estende-se com ondas verdes através das planícies costeiras e vales, diminuindo até aos polos ou baldios a solidão da montanha.

A biosfera é onde os filhos da Terra enraízam e criam as suas formas no tempo. Cada forma de vida está na teia, ligada a todas as outras formas. Cada forma de vida da Biosfera é uma criança da Terra igual a todas as outras crianças da Terra. Todas as crianças respiram de uma única fonte com todas as crianças. Todas as crianças da Terra giram no tempo com todas as outras crianças, dia após dia, noite após noite, tempo após tempo, Kin após Kin.

Através do olhar do falcão, a biosfera é um véu dançante drapejado de luz verde, envolvendo as montanhas entrançadas do planeta e as planícies varridas pelo vento. Este fino véu verde é ajudado por todos, em conjunto, os tipos de criaturas que se mantêm girando, modificando continuamente o oxigênio em dióxido de carbono. Isto cria a atmosfera.

A atmosfera é a força vital da biosfera, recreio cósmico da Terra. A atmosfera converte a energia de toda a radiação cósmica do sol e das estrelas em formas de tempo de vida.

Através das intermináveis pulsações do giro universal, as moléculas vivas do tempo são cada mudança. Mutações, novas formas de vida seguindo-se uma após outra. Mantendo. no entanto, a biosfera constante.

Em qualquer momento do longo ciclo da “Nova Energia” a vida na biosfera permanece na mesma, permaneceu o mesmo. Na biosfera não há nada para além de movimento e mudança. Dia após noite, a esfera do tempo permanece constante e estável. O Tempo mantém a minha esfera constante e estável.

A Mãe Terra canta a sua biosfera:

Meu poder de tempo permite-me girar como uma bola
meus polos magnéticos dão-me o conhecimento de Tudo
até às margens mais distantes do batimento do meu coração
a biosfera vive, transformando o tempo em arte
Não apenas, moléculas em sprays de arco-íris
Mas as nuvens e flores tão infinitas como dias
A minha biosfera é meu véu cósmico
o vaivém do meu correio galáctico
cartas de amor do Hunab Ku
sol e lua, levando meu som até ti
tudo girando ao ritmo do tempo
todos cantando a seguinte rima

Criança do futuro chamada humanidade
Tal como a biosfera te chamou, és nobre e livre
Quando amanhã chegar o que vais ver…
o que saberás sobre a tartaruga e a árvore