16: Percebendo a Lei do Tempo

Parar o Tempo: Percebendo a Lei do Tempo

OK. Já nos afastamos bastante de pensar que o tempo é aquele tic tac do relógio. E que o tempo real nada tem a ver com Abril, Junho ou Novembro. Isso é só um estado mental, uma ilusão cravada numa rocha, mas não passa de uma ilusão.

Em outras palavras, todo o nosso pensamento acerca do tempo é erróneo, e temos que mudá-lo. Cada vez que encontrares um erro tens que corrigi-lo. O que vai substituir o nosso velho entendimento do tempo é algo novo, algo chamado de Lei do Tempo.

Tudo o resto tem uma lei – a lei da gravidade, por exemplo. Então, porque não, ter uma lei que governa o tempo, a Lei do Tempo?

Se a lei da gravidade é o que impede coisas caírem ou voarem para fora do planeta Terra, então a lei do tempo é o que mantém as coisas juntas a todo o momento. Quando dizemos que as coisas estão juntas a todo o momento, quer dizer que estão sincronizadas. Portanto, a Lei do Tempo é o que mantém tudo em sincronia, em sintonia consigo mesmo e com tudo o resto.

Se é uma lei, não pode ser formulada?

Sim, pode. É formulada T(E) = Arte. Energia administrada pelo tempo é igual a Arte – isto é a Lei do Tempo. Mas o que significa?

Significa que tudo na natureza, pela virtude de ser sincronizado com o tempo, é artisticamente belo, harmónico. Por isso é que nunca viste um pôr-do-sol feio.

Sempre que observas uma floresta ou um rio, ou ficando à beira mar ou olhando o luar – há beleza. Isto porque tudo é governado pela Lei do Tempo. Quando as coisas estão sincronizadas, estão em harmonia. Estar em sincronia é estar em harmonia com o mundo e com o momento em que se vive.

Então, porque é que te sentes a maioria das vezes fora da sincronia? Poderá ter a ver com aqueles programas de tempo irregular e aquele mecanismo do tic tac – e da maneira como a vida é mantida por estes programas?

Sim, pode bem ser isso. Estar em sincronia é uma função do tempo. E se estiveres num tempo que vai contra a tua alma, pois claro que não vais estar em sincronia. Mas se o Tempo é mudado e começas a viver um padrão de harmonia, então ai, podes experimentar a Lei do Tempo. Começarás a ver o “Tempo é Arte”. A Arte tem a ver com qualidade, e o dinheiro com quantidade, lembras-te? Portanto, o tempo de qualidade tem que ser um tempo onde tu experimentas a harmonia dentro de ti. Quando podes ser uma peça de arte podes moldar-te fora do tempo.

Se a Lei do Tempo é responsável pela harmonia da natureza, e pela razão pela qual viver em sintonia com a Lei do Tempo traz-te para a harmonia natural, o que mais ela pode-nos dizer?

Diz-nos que por causa de tudo no universo estar sincronizado com o tempo, que o próprio tempo é instantâneo. Todo e qualquer momento no universo, está a ser instantaneamente sincronizado. Sendo instantâneo, o tempo é também um intermédio da telepatia. Isto porque a telepatia também é instantânea. Um princípio secundário da Lei do Tempo é que a velocidade do tempo é instantaneamente infinita. Talvez o tempo seja um concentrado de círculos, as rugas de um lago, que rodeia tudo de uma vez só!

Isto significa que o espaço não obstrui o tempo. Um pensamento pode ser projectado instantaneamente para qualquer ponto no universo. O tempo é um meio da propagação do pensamento. O tempo é o que faz o pensamento ser instantaneamente telepático.

Se assim for, porque é que não sou bombardeado por pensamentos? A resposta é sim, tu és! És só desconhecedor da maioria deles. E também muitos dos pensamentos que tens, talvez nem sejam teus. Talvez não haja pensamentos que sejam teus! Existe somente pensamentos.

Como a Terra tem um sistema de filtro para receber as radiações cósmicas, a tua mente tem um filtro para os pensamentos. Esse filtro é o teu superego. Apenas recebe o que convém, tudo o resto é censurado. Talvez seja bom, talvez seja mau. Tens que observar isso. Mas isso não altera o facto que a tua mente está sempre a ser bombardeada por pensamentos, a todo o tempo.

A questão é que há a Lei do Tempo. A Lei do Tempo é responsável pela harmonia interna, beleza natural, sincronicidade e telepatia. Pensa nisto: Não são estes os valores menos passados no mundo em que vivemos hoje em dia?

 

Scroll to top