Redefinindo a realidade.

O calendário das 13 Luas e a Lei do Tempo abrem a porta do próximo estágio de evolução.

A Lei do Tempo é o conhecimento de todo o sistema, o que significa que é tanto intuitivo quanto lógico e resulta da premissa de que o todo está na parte e que a parte está no todo.

A Lei do Tempo torna consciente o que antes era inconsciente. A humanidade era inconsciente dos efeitos de um calendário irregular e da mecanização do tempo. A Lei do Tempo espalha luz sobre esses problemas e oferece uma solução.

O calendário das 13 Luas é a aplicação prática da Lei do Tempo. A Mudança de Calendário tornará todos conscientes do tempo.

Apesar de enraizada no conhecimento do tempo da antiga civilização Maia, e precisamente por esta razão, a Lei do Tempo é a revelação de que é destinada a fechar o ciclo da história (2012) com um conhecimento que tem sido intuitivo e grandemente dormente até este momento.

O tempo não é somente uma medição de ciclos, mas também o factor universal de sincronização. O principal instrumento pragmático da Lei do Tempo é o calendário das 13 Luas.

A base do calendário das 13 Luas, a Lei do Tempo, estabelece sistematicamente níveis de sincronização e conhecimento. A Lei do Tempo também estabelece uma diferença entre a frequência de tempo artificial 12:60, em que se baseia toda a civilização moderna, e a frequência de tempo universal natural 13:20.

A partir disso, surge um conhecimento evoluído sobre o tempo cíclico, a ordem sincrónica e os níveis de conhecimento quadrimensional – todos girando em torno de um ponto: obedecer a uma ordem de tempo correcta e matemática – o calendário das 13 Luas.

A Lei do Tempo possibilita que uma massa crítica de humanos precipite e participe dessa mudança de fase do tempo. A mudança de fase do tempo é como apertar o botão de "avanço rápido" (como no videocassete) para um espaço onde a Terra já tenha se limpado das vibrações distorcidas da incorrecta frequência de tempo 12:60.

Mudança de fase: Um deslocamento radical da Terra para o futuro através de um processo de teletransporte. A Terra já está posicionada para essa mudança como uma parte natural de sua mutação para a Era Psicozóica.

Era Psicozóica – espiritualização de toda vida – é o que espera pela Terra depois do retorno da humanidade para o tempo natural - 2012-2013.

Estamos falando de atravessar estágios. O calendário das Treze Luas é exactamente a abertura da porta da evolução. Do outro lado dessa porta, em um mundo de mentes humanas reformuladas, estará outra realidade.