Declaração da Primeira Paz Mundial

Nós, o povo do planeta Terra, que escolhemos seguir o calendário das Treze Luas/28 Dias como base de uma nova soberania e de uma nova comunidade de paz e harmonia com toda a vida da Terra, ao rejeitarmos o antigo calendário e suas instituições dominadoras, declaramos o início da Primeira Paz Mundial.

 

 

A proposta da Primeira Paz Mundial – 2004-2012 – é declarar a Terra como uma zona de cessar-fogo universal, garantindo assim o tempo para uma reorganização completa das prioridades humanas, com o fim de sustentar e encorajar toda vida como uma unidade única nesta Terra. Para atingir esta meta, pelo presente documento, declaramos e estabelecemos nossa soberania em um Novo Tempo de perfeita harmonia e, assim fazendo, desligamo-nos de instituições, crenças e costumes do antigo tempo e seu calendário. Solenemente nos dedicamos a um novo começo, com meios inovadores e criativos de solucionar nossos problemas. A guerra não é mais, de forma alguma, um meio viável de resolução de conflitos e, em seu lugar, decretamos o desarmamento universal, acompanhado de uma reorganização da sociedade humana, de acordo com a paz e a harmonia construtivas reflectidas no novo calendário das Treze Luas/28 Dias.

Ao fazer esta declaração da Primeira Paz Mundial, apelamos a todas as organizações humanitárias existentes para se juntarem a nós na criação de uma Nova Assembleia da Terra que irá, antes de tudo, ajudar a realizar a mudança para o novo calendário e para o novo tempo entre todos os povos da Terra. Simultaneamente, a Nova Assembleia da Terra convocará representantes de todos os povos para se unirem, a fim de definir as novas prioridades e prepararem-se para uma compreensão universal do tempo como a base de uma nova Civilização Global.

Nós, que empreendemos esta aventura heróica, tomamos esta decisão somente após termos visto e experimentado a exaustão da antiga ordem incorporada em um calendário cujo tempo não mais atendia aos propósitos da evolução espiritual e mental de todo o universo. Rogamos ao Supremo Criador que nossa missão seja guiada pela Misericórdia Divina e que a Compaixão e a Iluminação sempre façam parte dos que apoiam esta Declaração. Que possamos ter a coragem de dissolver todo o antigo que favoreça a divisão, os conflitos e a destruição. Que possamos ser igualmente detentores da sabedoria para preservar tudo e todos que, de todas as formas, continuem a elevar as espécies humanas. Acima de tudo, que possamos ter paciência e tolerância para definir e promover novos caminhos de vida que propiciem a manutenção e a evolução do nosso sistema de apoio terrestre, a biosfera, e que estimulem um espírito de aceitação e tolerância universais entre todos os seres humanos.

Entendemos que se não adoptarmos essas medidas estaremos perdendo a maior oportunidade que nos é oferecida, a de mudar o tempo através da mudança do calendário, cujo intuito é declarar uma paz imediata que expressa o desejo dos incontáveis bilhões de humanos, cuja escolha não é a guerra, mas sim a paz. Que a voz do povo da Terra possa ser ouvida em todas as línguas, ecoando em todos os vales da Terra, soprada por todos os ventos através dos sete mares até os topos das mais altas montanhas: Deixe o Novo Tempo de Paz prevalecer ao longo das inúmeras novas gerações que ainda estão por vir!