Referendo Calendário 2020 e a Declaração de Paz Universal

NS1.29.3.21 – Lua Eléctrica 21, Kin 35 – Ano da Tormenta Espectral

Banner of Peace

DIA DO POVOS INDÍGENAS [DIA DE COLOMBO]

O Conselho Global para a Consciência do Calendário (CGCC), uma plataforma educacional e cultural autónoma, trabalhando em colaboração com a Fundação para a Lei do Tempo (FLT), exorta as pessoas de boa vontade e consciência em todos os lugares na Terra para assinar a petição anexada para Referendo do Calendário 2020 e a Declaração de Paz Mundial Universal para ajudar a humanidade restaurar a relação correcta com a Natureza e o “tempo natural”, afirmando e adoptando o Calendário de 13 meses de 28 dias como nosso novo padrão Harmónico.

Um calendário é um dispositivo de programação no qual a sociedade que o utiliza cria o seu campo psíquico de influência e organiza sua vida coletiva. No calendário Gregoriano (padrão civil actual de 12 meses, desde 1582), os meses são irregulares, o comprimento de meses não se correlaciona com o número de semanas de sete dias que existem e os números mudam a cada mês. Esta frequência errática e irregular de cronometragem não tem nenhuma ordem cíclica ou periódica; é por isso que a civilização está em tal desordem caótica. Como tal, a civilização humana, em massa, desviou-se da sincronização, longe de nossa sintonia natural com o cosmos e numa forma linear de funcionamento. Com uma lente tão distorcida, ao longo de muitos anos de condicionamento, temos sido inconscientemente cúmplices com a destruição gradual da biosfera, percebendo e apropriando-nos da Mãe Terra como, nas palavras do chefe Arvol Looking Horse, um “recurso para nosso uso”, em vez da fonte da vida.

A CGCC está a lançar a campanha de alteração para o Calendário de 13 meses, 28 dias e esta petição para o Referendo Calendário 2020 e Declaração da Paz Mundial Universal em NS1.29.3.21 (10 de outubro de 2016), Dia dos Povos Indígenas (antiga e curandeiro. Dia de Colombo) na Ilha da Tartaruga (América do Norte). Como a tartaruga tem 13 escamas nas costas, refletindo 13 Luas em perpétuo movimento em torno da Terra, é apropriado dizer-se que esta chamada está sendo enviada da Ilha da Tartaruga. Realmente, a Natureza é o melhor professor.

A CGCC convida-o a participar nesta campanha educacional e cultural ao longo dos próximos anos, tal como promovemos este referendo aberto para reformar o calendário a partir de agora até 2020.

A humanidade, já não pode mais, dar- se ao luxo de ignorar o impacto negativo do calendário Gregoriano na nossa consciência, nossa qualidade de vida e nossa interligação com este precioso planeta entre outros. E, nós temos uma escolha!

Junte-se a nós na afirmação de nosso direito humano de viver em harmonia, equilíbrio e paz com os outros e com o planeta, adoptando o Calendário de 13 Meses, 28 Dias como nosso padrão harmónico em todo o mundo.

 

1328 VS GREGORIANO

 

Chamada para a Mudança do Calendário e Paz Mundial Universal

Todos queremos paz. Não a paz através da guerra ou paz que é comprada pelo dinheiro.

Mas a verdadeira paz. E nós queremos a paz, para ser mais do que apenas um minuto ou até mesmo um dia. Queremos que a paz o tempo todo.

É possível que o tempo de guerra seja uma função do calendário – e o tempo de paz possa ser a função de um novo calendário, um calendário de paz e harmonia?

Há um movimento crescente de pessoas em todo o planeta que reconhecem que uma Reforma do Calendário, , como o calendário Gregoriano, falso, irregular, ilógico, confuso, torto, desigual para um Calendário perpétuo perfeitamente harmonioso e exato de 13 meses e 28 dias é o primeiro passo fundamental para perceber a harmonia e a paz universal do mundo.

O calendário que usamos é o princípio de macro-organização das nossas vidas. Programa nossa cultura social de costumes e hábitos, com diários semanais, mensais e anuais. Portanto, para alterar o calendário que usamos precisamos de participar de uma das formas mais sutis e profundas da revolução que está a acontecer hoje no planeta.

“Se o calendário Juliano/Gregoriano era para ser oferecido como um novo dispositivo para medir o tempo, nós, com nosso conhecimento actual e estado de vida, rejeitá-lo-íamos como algo totalmente inviável, carente de harmonia e ordem, desequilibrado e irregular, um calendário muito desajeitado para fazer cálculos, pois as várias secções não são comparáveis.”
B. Richmond, medições de tempo e construção civil, Leiden, 1956, pp. 70-71

Reforma do calendário é essencial para os direitos dos seres humanos e para a Natureza, porque ao harmonizar com os ciclos naturais do tempo podemos restaurar saúde mental humana e harmonia em relação a “círculo da vida”. Para além de todas as ideologias, uma correta medição do tempo é um factor unificador básico de uma civilização sã e consciente. Como podemos ter uma civilização saudável com base em uma medição torta do tempo?

Num golpe fácil, nós podemos dissolver a macro organização, principal responsável pela emergência planetária Biosférica em que nos encontramos e lançar as bases corretas para a paz mundial, cultura regenerativa e harmonia natural.

Assinar e apoiar esta petição aberta para 2020 do Referendo de Calendário e a Declaração de Paz Universal Mundial e para assegurar que a humanidade adopta e implementa o Calendário de 13 meses e 28 Dias, calendário como um novo padrão harmónico até 2020, acesse:

https://www.change.org/p/un-secretary-general-calendar-referendum-2020-declaration-of-universal-world-peace/

 

CR2020

 

“É de extrema importância que o conhecimento do tempo como as 13 Luas em Movimento sejam divulgados através de todos os meios de comunicação e educação do planeta, tão rápido quanto possível, e que o calendário Gregoriano seja abandonado logo que possível. Assim que a humanidade comece a funcionar no padrão correto de tempo, terá uma base adequada de Unificação para realizar a enorme e heróica tarefa que o desafia agora.

Maior que qualquer ensinamento espiritual é o presente do tempo.”

José Arguelles, Treze Luas em Movimento

 

Calendaário Natural das 13 Luas

 

Declaração de Paz Mundial Universal

Nós, o povo do planeta Terra, que optaram por seguir o Calendário das 13 Luas, 28 dias como a base numa nova soberania e numa nova comunidade de paz e harmonia com toda a vida na Terra, ao rejeitar o antigo calendário e as suas instituições desempoderantes, aqui e agora declaramos o início da Primeira Paz Mundial.

O propósito da Paz Mundial Universal é declarar a Terra como uma zona de cessar-fogo universal, garantindo o tempo para uma abrangente reordenação das prioridades humanas com o fim de sustentar e promover toda a vida como uma única unidade nesta Terra. Para alcançar este objetivo, nós por este meio declaramos e estabelecemos a nossa soberania num Novo Tempo de perfeita harmonia e assim, já não nos vinculamos às instituições e costumes do tempo do velho e seu calendário. Solenemente dedicamo-nos, em vez disso, para um novo começo com maneiras frescas, criativas de resolver nossos problemas. Guerra já não é de forma alguma um modo viável de resolução de conflitos e em seu lugar chamamos para um desarmamento universal, acompanhado de uma reorganização da sociedade humana, de acordo com a paz construtiva e harmónica, reflectida no novo Calendário de Treze meses, 28 dias.

Ao fazer esta Declaração da Primeira Paz Mundial, apelamos a todas as organizações humanitárias existentes para se juntarem a nós na criação de uma nova Assembleia da Terra que em primeiro lugar ajudará a fazer a mudança para o novo calendário e para o novo tempo entre todos os povos da Terra. Simultaneamente, a nova Assembleia da Terra invocará representantes de todos os povos para reunir e estabelecer as novas prioridades e preparar-se para um entendimento universal de tempo como a base de uma nova Civilização Global.

Nós que empreendemos esta heróica aventura , apena o faremos depois de ter visto e experimentado o esgotamento da velha ordem incorporada num calendário, cujo tempo já não serve os propósitos de evolução espiritual e mental universal. Rezemos ao Criador Supremo para que a nossa tarefa seja guiada pela Misericórdia Divina e que Compaixão e Iluminação aconteça com os defensores da presente Declaração. Que tenhamos a coragem de dissolver todo o velho que promove a divisão, conflitos e destruição. Igualmente, que tenhamos a sabedoria para preservar o que continuará em todos os sentidos para elevar a espécie humana. Acima de tudo, que tenhamos a paciência e tolerância para definir e promover as novas formas de vida que serão de acordo com a evolução e manutenção do nosso sistema de suporte terrestre, a biosfera e que fomentem o espírito de tolerância e de aceitação universal entre todos os seres humanos.

Entendemos que, se não tomarmos estas medidas agora, estamos a perder a maior oportunidade que é nos oferecida, alterando o tempo através da mudança do calendário, e que é declarar uma paz imediata que é a expressão da vontade dos incontáveis bilhões de seres humanos, cuja escolha não é guerra, mas paz. Que a voz do povo da Terra seja ouvida em todas as línguas, ecoando em todos os vales da Terra, soprada por todos os ventos, através dos sete mares até aos mais altos cumes: deixar o Novo Tempo de Paz prevalecer por sete veze,s sete gerações futuras!

 


Texto de Ruben Llinas, publicado em:
http://calendartruth.info