2016: Convite do Eu superior

Estamos sendo convidados para:

Re-enquadrar o passado,
Reconsiderar o presente,
Lembrar do futuro.

Estamos numa rocha girando através do espaço no precipício do Desconhecido. Mais um ano gregoriano que passou. Mudou alguma coisa?

sasquatchNa manhã do Kin 11 (30/12) acordei de um sonho com um Pé Grande, que disse: “Agora é a hora de recuperar a magia perdida.” Acordei com muita neve, tudo perfeitamente branco, cristalino e puro. Uma tela em branco.

A sensação do sonho era então inebriante que quando acordei pensei que talvez o holograma da terra tivesse finalmente mudado. (Então fui à internet e descobri que ainda estava num planeta de guerra, drama, política, etc).

Na semana passada, recebi várias comunicações que fizeram com que eu parasse para uma pausa e refletisse profundamente sobre as próximas etapas da viagem. Estas reflexões são a minha resposta de coração a essas comunicações.

Por que há tanta escuridão no mundo? Para que possamos encontrar nossa luz e iluminar.

Por que existe tanto ódio? Para aprendermos a amar.

Verdadeiro “contacto” ou primeiro contacto é o contacto com a nossa própria essência. Esta sensação abre-nos para o momento sempre presente e expansivo do Agora. Afundando-nos profundamente no Agora começamos a sentir portais de consciência ou pontes que se abrem em todas as direções, estendendo-se desde do nosso coração e mente, conectando com todos os seres. Isto não pode ser encontrado através das lentes de um microscópio ou telescópio ou qualquer outra medida do universo físico. Temos sido injetados com tantas noções falsas do EU. A internet trouxe à consciência o que está dentro do ser humano e praticamente qualquer coisa que queremos saber está na ponta dos dedos. Tudo, excepto o mais importante: nossa alma e quem somos nós.

homen-espiral-galactica

Uma vez perguntei a um Mestre Budista Tibetano qual a maior coisa que eu poderia fazer. Sua resposta foi: Sinta mais Amor. Vulnerabilidade é a maior coragem.

A razão pela qual o mundo não se tem destruído ou explodido é por causa do amor: amor de seres visíveis ou invisíveis. Requer um grande esforço de nossa ” vontade” para navegar nestes tempos de grande distração e aparente escuridão em nosso planeta. Diz-se que o ser humano é distraído a 11 minutos (ou mais).

O conhecimento oferecido pela ordem sincrônica é um medicamento potente para expandir nossas percepções e aumentar a nossa capacidade de amar. Como?

Podemos perceber de acordo com nossa consciência e o que permitimos ser possível à nossa própria mente. Isto é muito influenciado pela nossa disposição para amar. É doloroso quando nossos corações se abrem e nossos entes queridos não são capazes de retribuir. Mas mesmo assim, ainda devemos continuar a amar e dar espaço para abrir seus coração. Ficamos com medo ou magoados e depois congelamos o nosso coração para nos protegermos e assim, fechando a nossa mente a novas perspectivas. Tornamo-nos rígidos na nossa maneira de pensar e assim nem sempre percebemos o amor que nos está sendo oferecido. O amor é o lubrificante que permite que à nossa mente para ser livre.

Todos nós de alguma forma temos um sistemas de crenças internos conflituantes. Este conflito interno é uma fonte de confusão e frustração. Às vezes temos que passar por uma, aparentemente, complexa e dolorosa viagem, para chegar à simplicidade. A verdadeira simplicidade é uma síntese profunda e integrada do Self (Eu Interior). Simplicidade sem conhecimento é um vazio insatisfatório. Conhecimento sem amor é frio e sem sentido.

Em última análise, tudo está dentro de nós. Nós somos os “estrangeiros”. Nosso trabalho é integrar estas frequências alienígenas e purificá-las através de nossos corações. Esta é a transfiguração a que cada um deve submeter-se no laboratório de seu próprio ser.

Nós somos seres multifacetados. Devemos abraçar todas as partes de nós mesmos e esclarecer nossas necessidades. Identificar as nossas necessidades é parte do processo para nos tornarmos um todo. Cada um é uma criança que renasce constantemente. A disciplina é necessária neste processo. No entanto, não se a deve como obrigatória, mas sim, como é emocionante trabalhar uma obra de arte.

Alex GreyTempo é Arte

Nós somos os artistas, nossa mente é a lona e o nosso coração é o meio de transmissão. O meio é nossa mensagem para as gerações futuras. A ordem sincrônica oferece- nos mais cores para brincar e mais dimensões nas quais podemos criar a nossa obra-prima.

Disciplina e auto-reflexão é o que empresta magia à experiência de vida aparentemente banal. Purifica os sentidos, permitindo-nos entrar em sintonia com vibrações mais refinadas de amor e inspiração. Sem disciplina e auto-controle, há confusão e frustração. Ficamos frustrados quando não estamos trabalhando activamente a nossa forma de arte (ou seja o nosso EU). Tempo é Arte. Nós somos a Arte e recebemos como presente, o dom do tempo para recriarmos uma obra-prima em evolução.

A manhã é a melhor hora para trabalhar na nossa arte. Levante-se mais cedo para ter tempo para estar consigo mesmo. Faça um diário para registar o seu processo. AmanhecerQuando arranjamos tempo para meditação diária, começamos a ver um enredo subjacente das nossas vidas que só se revela através do contato diário com a nossa essência.

Num piscar de olhos tudo o que nos tem incomodado, pode ser visto sob uma nova luz e uma resposta, que não vimos antes porque estávamos muito ocupados com nossas vidas diárias, ocorre.

Crie um ritual de meditação matinal que o faça levantar-se animado. O valor de início com orações, mantras ou leitura de livros sagrados, é, em última análise, é levar-nos para uma vibração mais elevada, a fim de podermos acessar à maior parte de nós mesmos. Enfim, isto é o que os códigos sincrônico do tempo fazem. Trata-se de frequência. Depois de devidamente sintonizados, a nossa essência assume e pode mostrar e ensinar tudo que precisamos saber.

7-chakras

Neste novo ciclo as nossas percepções estão a ser actualizadas tão rapidamente, que às vezes torna-se desafiador articular tudo..

As pessoas dizem-me: o tempo está passando! Olhe para o mundo! Nada mudou. Está cada vez pior. A mudança de Calendário falhou. Qual é o novo plano? Como é que este conhecimento do Tempo mudará as tomadas de decisão no mundo? Para que servem estes códigos para minha vida do dia-a-dia? Para meus relacionamentos? Isso faz-se através do poder da mente? É muito complicado. Simplifique. José acreditou que era assim?

Sinto, muitas vezes, como se tivesse que me desenterrar do tumulo de registos passados e agora estou a escrever um livro sob o ponto de vista feminino para dar um novo contexto a este trabalho e partilhar o processo que aprendi com Jose Arguelles/Valum Votan que me faz questionar todas as facetas de mim mesmo, o significado da vida e da verdadeira natureza da realidade. Antes de 2012, este caminho foi sobre a mudança de calendário como um factor unificador para mudar a consciência. E enquanto o Calendário das 13 Luas for a chave principal para este sistema, um novo contexto para este conhecimento está-se a revelar. Tem seu próprio tempo.

Estamos também a trabalhar em novos módulos de ensino e de currículo on-line para ajudar os outros a aceder aos seus próprios códigos de memória, que em última análise, culminarão em centros de educação galáctico, um dos quais está a ser criado agora, no Brasil. Aprender a trabalhar com esta tecnologia interna galáctica é o antídoto para um mundo cada vez mais artificial da robótica, inteligência artificial, nanotecnologia e biologia sintética. Dão-nos tecnologia avançada de um corpo humano a fim de aplicar este conhecimento para iluminar as nossas células, conectar nossos circuitos, evoluir o nosso ADN e recuperar a memória completamente.

super-lwmynaah-votan

Estamos num processo de reeducação e reorientação planetária. O núcleo de educação genuína baseia-se no auto cultivo – o conhecimento de nós mesmos em relação a uma Ordem Superior da Realidade, seja qual for o nome que se lhe dê. Isto é fundamental para o nosso Propósito de Vida e não nos é ensinado na escola.

Antes podermo-nos tornar uma força verdadeira força unificada e colectiva unificada, primeiro temos de trabalhar individualmente ou internamente. Temos de nos entender a nós mesmos e como funciona a nossa mente e outros efeitos à nossa volta. O melhor que podemos oferecer uns aos outros é nosso próprio senso do “todo” e, assim, somos espelhos uns dos outros, refletindo a sua totalidade. Praticar falando à essência cada pessoa. Ignorando tudo, excepto a conexão de alma com alma.

Quanto mais aprendemos e crescemos, tornam mais expansivos os nossos corações se tornam. Só podemos amar verdadeiramente outra pessoa, quando percebermos a nossa própria e verdadeira natureza. Aqueles que se realizaram de uma forma ou de outra, têm um coração moroso. A todo o momento, parece que o coração se despedaça, mas da mais bela maneira, com alma. Sabemos que nossos corações estão abertos quando nós verdadeiramente não suportamos ver o outro em dor ou sofrimento. Faremos tudo que pudermos para aliviar esse sofrimento. As lágrimas são boas. Significa que nós estamos vivos e temos sentimentos. Muitas pessoas querem mudar o mundo, mas primeiro têm de abrir verdadeiramente os seus corações. O coração só pode abrir depois de despirmos e deixarmos cair são todas as defesas.

O regresso do povo de OMA refere-se àqueles cujos corações estão abertos a toda humanidade, enquanto dominam a tecnologia interna da mente. OMA = Matriz Original Alcançado. O povo de OMA são aqueles que se conhecem na sua totalidade e assim, pelas suas altas vibrações servem como ponte, para uma dimensão mais elevada, que outros podem atravessar.

GM108x ou Transmissão Galáctico Maia mente pode ser comparada a um eixo de cristal que gira, atrai, alinha e organiza o passado e o futuro conhecimento trazendo-o para o palco do Agora, momento já pleno de todas as possibilidades que estão na incubação e gestação, esperando o momento certo para nascer. A Nova Criação precisa de nova linguagem e novas formas e fóruns para articular se articular.

A noosfera é o campo de inteligência planetária com o qual podemos aprender a entrar em contacto. Ele responde à nossa vibração. Se ficarmos obcecados com más notícias, então nunca criaremos boas notícias. Recebemos feedback de acordo com a qualidade de pensamentos que emitimos a qualquer momento.

O Telektonon ou tubo de comunicação do espírito da terra é um oráculo onipresente da vida. O que quer isto dizer? Isso significa que quando estamos sincronizados connosco mesmos e com a natureza, tudo se revela como parte de um tubo de comunicação oracular. Toda esta matriz inteira de tempo-espaço que habitamos é um tubo de comunicação do espirito vivo da terra. Quando está “em sintonia”, todos os livros que ler ou pessoa com quem falar está-lhe trazendo uma mensagem. Aprenda a escutar a energia por de trás das palavras.

Esteja aberto a qualquer momento para uma mudança de percepção que pode mudar a sua vida.

Por cima da branca expansão do oceano
     E num céu de cores sempre em mudança
Voamos na nossa infância de conhecimento
Reescrevendo-nos
Verificando-nos
Para o Novo Movimento do Infinito
A cada nova tribo – voamos

Um para Construir o Maravilhoso
Um para Diamantizar o Céu
Um para Colorir os Canais
Um para Iluminar o Alto
Um para Dourar os Campos
Um para a voz de Wow!
Um para trazer a todos
     para o AGORA!

 


Texto de Stephanie South a.k.a Red Queen, publicado em:
https://1320frequencyshift.wordpress.com/