A Coragem de Ser Nada: Uma Atualização Interna

Kin 136: Guerreiro Rítmico Amarelo

Quem é Você? Quem somos nós?

Às vezes, no meio de uma noite sem dormir, a Essência Não Nascida é contatada.

Quando essa perceção chega, há uma sensação de que você realmente nunca existiu, e o que você pensou que era você era apenas uma construção de personalidade.

No meio da noite, sua vida aparece como uma sequência de sonhos sem substância, um holograma de imagens em movimento projetado a partir de uma dimensão sem nome.

Quando você vê e experimenta isso e percebe que isso é verdade o tempo todo para Todo o Mundo e Tudo em todo o Universo, seu coração se rompe por todo o pesar e dor absolutamente desnecessários experimentados em todo lugar o tempo todo.

E, no entanto, ao mesmo tempo, a Verdade subjacente é que a Natureza Original está sempre lá desobstruída, esperando por nós para Despertarmos do Sonho.

A seguir, algumas reflexões e notas do meio da noite sobre as atuais contemplações internas.

 

Identidades Desafiadas e Coragem para ser Não-coisa (Que Alívio!)

(N. do. T: Nothing = nada, No-Thing = Não-coisa)

Para se tornar não-coisa requer coragem. Requer o mais profundo desapego da vastidão do nosso verdadeiro Ser. Isso requer uma conexão tão profunda ao silêncio do momento presente que todos os problemas e preocupações se liquefazem e fluem para o oceano da Consciência.

Este mundo é como um caso de identidades trocadas. As pessoas se ligam a uma identidade. Então eles estão com medo de perdê-lo. Mas por que?

A verdade é que estamos sempre mudando seres multidimensionais. Cada um de nós aprende lições diferentes em nosso próprio ritmo. Nós somos cada um programa de liberação de tempo codificada.

Quando aprendemos a acesa o Não-coisa, então, paradoxalmente, o caminho se acelera. Dentro da Não-coisa são os portais para as dimensões superiores do ser.

A chave para o crescimento é a introdução de dimensões mais elevadas de consciência em nossa consciência. -Lao TzuA chave para o crescimento é a introdução de dimensões mais elevadas de consciência em nossa consciência.Lao Tzu

 

Novas histórias, perceções e formas de pensar e de ser são tão necessárias neste planeta. A Lei do Tempo é um conhecimento vivo que introduz dimensões superiores da consciência em nossa consciência. Esse conhecimento muda apenas de acordo com a nossa perceção.

Precisamos de testemunhos daqueles que vivem a vida de acordo com o sonho interior e não com base na aparência externa. Esse caminho pode ser extremamente solitário às vezes, mas uma solidão que toca o mais profundo coração poético.

Atualmente, “eu” tenho estado imersa em reescritas e edições de Uninscribed sobre a experiência como iniciante feminina e aprendiz de Valum Votan e GM108x. Estou ciente de que isso pode soar “distante” para mentes não acostumadas com esse tipo de realidade. No entanto, para mim, é tão normal quanto respirar como este Caminho surgiu de se tornar não-coisa.

Este projeto foi elaborado com distrações e desafios. Também está me colocando em um estado de profunda autorreflexão. Eu parei várias vezes por vários motivos. Eu posso sentir a censura interna e todos os níveis de consciência interpretando-a mesmo enquanto a escrevo. É um processo interessante de autoestudo que se abre para um espectro completo de reflexões.

 

Pessoal é o Universal

É interessante notar a recente onda de mensagens depreciativas que recebi (e ao longo dos últimos 7 anos) de pessoas que querem me dececionar por ser quem elas sentem que “eu” sou. Ou então eles apontam como “eu” não estou vivendo de acordo com o que eles sentem que eu deveria ser baseado em sua perceção particular da realidade. Mesmo alguns próximos a mim sentem que “eu” deveria responder de certa forma à política ou aos eventos mundiais. É um estudo psicológico interessante.

Eu perdoo todos eles, pois eles simplesmente não percebem que estão projetando uma não-coisa transitória (in lak’ech). Embora ao mesmo tempo pareça que certo conhecimento (ou medicina de frequência) tenha sido dado ao “eu” para o benefício dos outros, também existe o dever de evoluí-lo e compartilhá-lo da maneira mais autêntica possível.

Sendo hermética por natureza, hesitei em ser excessivamente pública para me concentrar no trabalho interior. Atualmente, não estou nas médias sociais e não verifico e-mails e textos todos os dias (por isso, se você está lendo e ainda não respondi, por favor, não leve para o lado pessoal :))

A jornada universal vem com o lembrete:

O que você é capaz não tem nada a ver com o que outras pessoas acham que é possível para você. O que você é capaz de alcançar depende do que você escolhe fazer com o seu tempo e energia.

O que podemos conseguir internamente, vai mudar a realidade exterior. -PlutarcoO que podemos conseguir internamente, vai mudar a realidade exterior.Plutarco

 

Reflexões sobre Mídias Sociais e Saúde Mental

De quem é a vida que estamos vivendo?

Estamos vivendo uma vida de coração confiando na nossa intuição para nos guiar? Estamos seguindo nossa alegria e paixão? Ou estamos vivendo uma vida que fomos programados para viver (pela sociedade ou família, etc.)?

Recentemente, há muita conversa na média sobre saúde mental.

As taxas de suicídio estão subindo rapidamente. Muitos estão caindo em sentimentos de depressão, desespero e vícios de todos os tipos.

Na sua raiz, as questões de saúde mental decorrem da sensação de desconexão da Fonte. Isso pode ser visto como parte de um processo de despertar espiritual, e não como um fracasso. É uma oportunidade para entrar em contato com nossos verdadeiros sentimentos e aprender a dominar nossa mente e emoções.

Muitas pessoas nem sequer sabem quais são seus verdadeiros sentimentos, apenas o que lhes é dito para sentir; e esses sentimentos devem caber em uma caixa politicamente correta.

Está bem ficar chateado.

Está bem estar com raiva.

Está bem sentir-se preso.

Está bem se sentir confuso.

Está bem sentir-se solitário.

Está bem sentir-se magoado.

Está bem chorar.

Está bem não ficar bem.

Acima de tudo, seja gentil com si mesmo e se recuse a deixar que sentimentos negativos o façam guerrear contra si próprio.

 

Operar nossas vidas com base em papéis atribuídos a nós pela sociedade (incluindo amigos ou familiares) pode ser mentalmente e emocionalmente desgastante.

Vivemos em uma sociedade cada vez mais ativa, onde a conformidade e a inautenticidade são celebradas. Aqueles que ousam pensar fora do rebanho são tratados com suspeita (na melhor das hipóteses).

Qualquer um que ousar questionar a doutrinação geralmente não é recebido com gentileza. E agora, na China, vemos a implementação da “pontuação de crédito social”, na qual cada movimento que você faz é monitorado e pontuado.

Mas por que as pessoas são tão ameaçadas por aqueles que questionam o status quo ou as narrativas convencionais?

Talvez porque a verdade não seja lucrativa. Ou talvez a verdade possa perturbar todos os aspetos da vida como a conhecemos. Todo o sistema precisaria ser repensado. Por que mais não teríamos tempo para refletir sobre nossos sistemas de crença mais profundamente arraigados?

O mais profundamente enraizado é o calendário Gregoriano e a falsa matriz de tempo que mantém toda a série de ilusões no lugar. Todo o conhecimento sobre a Lei do Tempo foi apresentado como preparação para ajudar as pessoas a saírem da antiga rede de consciência mantida no lugar pela frequência mecanizada de 12:60. Essa frequência cria uma matriz de distorção difusa com polaridades cada vez mais amplificadas sem uma visão maior.

Temos de reservar um tempo para encontrar nosso próprio ritmo, em vez de tentar nos encaixar nas ideias de outras pessoas sobre quem somos ou quem eles acham que deveríamos ser.

A crise não está lá fora no mundo, é dentro da nossa própria consciência -Jiddu KrishnamurtiA crise não está lá fora no mundo, é dentro da nossa própria consciênciaJiddu Krishnamurti

 

Não-coisa é a Porta de Entrada para Tudo

O oposto de coragem em nossa sociedade não é covardia, é conformidade.Rollo May

Todos os problemas do mundo só podem ser resolvidos em uma nova consciência.

O tempo opera em espiral, trazendo circunstâncias semelhantes ao nosso tempo presente até que sejam resolvidas.

O ativismo externo só pode ser verdadeiramente efetivo através da transformação interna da consciência.

Tornar-se Nada é mais difícil do que parece. Requer perdão completo de todos e de tudo, incluindo você mesmo. Requer o desejo profundo de querer sentir Amor e Conexão acima de tudo.

Nesse processo interior, não evitamos sentimentos, mas os honram e reconhecem como uma passagem para novos níveis de ser.

Esses pensamentos e sentimentos são experimentados como diferentes camadas de pensamento unidas por ondas de frequência.

Cada uma dessas ondas de frequência é guardada por (o que pode ser interpretado como) entidades interdimensionais que nos testam, tentando nos puxar para um loop temporal específico, manipulando nossas emoções. O truque é não ficar preso em qualquer lugar.

É por isso que é tão importante trabalhar continuamente para elevar nossa frequência e expandir nosso amor e compaixão por todos os seres. Em vez de ficarmos presos em formas de pensamento repetitivas, permitimos que eles liquidifiquem e lavem as impressões do campo magnético.

O Altíssimo coloca um Escudo de Proteção em torno daqueles que podem aceitar o Amor em seus corações e que procuram ver a harmonia sob o aparente caos.

Nesse estado de total transparência, nos tornamos incompreensíveis, deslizando radialmente para o Centro Sem Nome, onde nos lembramos de que sempre fomos puros e não-inscritos.

 

Não-inscrito (Uninscribed)
Não-inscrito (Uninscribed)

Texto de Stephanie South a.k.a Red Queen, publicado em:
https://1320frequencyshift.com/

 

6 Comments

  1. André Moreira
    Março 19, 2019

    Olá! Nunca comentei nada neste teu website, contudo sigo há algum tempo e com especial atenção. Não consegui não dizer nada com esta publicação pois falou muito com a minha forma de estar e viver.
    Parece que vivi situações diferentes que me têm levado a este tipo de reflexão, e por isso fiquei muito grato por ler muitos dos meus processos internos.
    És um dos autores que neste momento sigo e leio de forma insistente.
    💛
    Continua o excelente trabalho!

    Responder
  2. Raios Cósmicos
    Março 15, 2019

    Querida Rainha Vermelha, sua percepção abre os caminhos para surfar nas minhas dimensões. Obrigada por sua entrega e mais ainda por viver na pele e então nos ensinar. Sou o outro você.

    Responder
  3. J BONI O GNOSTICO
    Março 14, 2019

    Como descobrir o defeito psicológico (ego): É formado por vários falsos eus, falso é tudo que não é verdadeiro. A verdade é a luz divina, o Deus ou energia de vida, substância etérea do universo a LUZ.
    A Luz ou a verdade não tem sentimentos de medo, raiva, ira, cobiça, gula, preguiça, indecisão, desejo de traição e etc.
    Para nos tornar conscientes, ou seja, despertar a consciência de que somos luz. A primeira ação a fazer é admitir que estes pensamentos e sentimentos não nos pertence.
    Para isto precisamos praticar a auto-observação, que é a ação de dirigir a atenção para dentro de nós e fora de nós ao mesmo tempo.
    Prática: Lembramos que o defeito psicológico (ego), atua nos cinco sentidos do corpo humano, e o que mais usamos é o centro motor, ou seja, o centro do movimento. Ao corrigirmos a postura corporal, seja para sentar, andar, dirigir, comer, ver, ouvir e comer, percebemos hábitos mecânicos e inconscientes que alimentam os falsos eus (de carência, desejo reprimido, medos etc.)
    Quando o ser humano consegue ver estes pensamentos e sentimentos, que incomodam, e começa a NÃO querer ter estes tipos de pensamentos e sentimentos…já deu um grande passo para a eliminação dos bloqueios sabotadores do subconsciente.
    Iniciou o despertar. A auto percepção, a reflexão evidente, ou seja, a luz da essência conectada. Para ver a sombra (ego), a luz (essência) precisa estar ativa ou desperta.

    Responder
  4. Sandra
    Março 14, 2019

    Ando num oceano de dúvidas… onde a procura é intensa e os encontros comigo mesma são flashes. incertezas e convicções preenchem confundem e abarrotam tudo aquilo que deveria estar cheio de nada para poder dar lugar ao SER, pois aquilo que penso ser não sou, não sou o que penso querer ser e na verdade sinto por vezes não ser nada quando na verdade queria ser tudo o que o verdadeiro lugar nenhum representa.
    A sério que ter de aprender a andar aqui, mas a caminhada tem sido longa e suspeito ter de cá voltar e continuar a procurar-me.
    Fogo!
    xiça penico! que não ser é uma busca para o nada numa caminho cheio de tudo!
    Está confusa a rapariga 🙂
    Grata pela sua partilha

    Responder
  5. fernanda augusto
    Março 14, 2019

    eu tenho sentido desde á muitos anos, que temos de mudar a nossa forma de estar e pensar, achava eu. Agora, depois de ler estes textos percebo qual o tipo de mudança que tenho vindo a acontecer comigo, porque cada vez menos ”encaixo” na sociedade e nas relações mais próximas (casamento, namoro, família) sou e estou ”diferente”. Longe de o Não-Coisa, estou tentando trilhar esse caminho.

    Responder
  6. sergio lacorte
    Março 14, 2019

    Sim tem razão, mas como toda razão tem seu contrário, nos perdermos entre Ser e o não Ser, em meu caminho conclui isso, aliás cada momento temos uma nova conclusão, quando a conclusão nos faz voar sabemos que é verdadeira, todo voo tem seu retorno ao solo, e novamente estamos diante do Ser ou não Ser, a duros e penoso caminhar, se em algum momento o caminho brilhar – é o suficiente para toda vida, um segundo na Luz é uma eternidade na terra. Bem concluindo, não dá para ficarmos na balança uma ora lá outra cá, concluo, se não mudar a conclusão nos próximos passos, algumas conclusões atingidas quando verdadeiras permanecem para sempre, embora podem ser mudadas para conclusões mais elevadas, que o melhor: É SER E NÃO SER, ao mesmo tempo, pois já me autoanulei como Ser e tive que retornar, pois enquanto permanecemos no tempo na matéria temos que SER, e ao alçarmos voo temos que SER. Difícil explicar, mas é por aí, um pé na terra um pé na eternidade. Bora voar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *