Cidade Escura: Missão de Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Com a rápida transformação que está a ocorrer no nosso planeta e com toda a agitação interna e externa, à medida que as forças de destruição pretendem separar e destruir-nos, somos chamados novamente à memória do Grande Sonho.

Os tempos que estamos a viver,  lembram-me o filme de 1998, “Dark City” (Cidade Escura). O filme abre com a narração: Primeiro veio a escuridão, e depois vieram os Estranhos.

Neste filme, não há nenhuma luz do sol, e os governantes da cidade podem controlar as memórias dos seus cidadãos.

A premissa do filme é que os Estranhos vieram de outra galáxia e reuniram um grupo de humanos para estudá-los. A civilização deles está a morrer. Eles criam uma vasta cidade artificial na Terra, que pode ser “sintonizada,” sempre que eles querem fazer outra experiência.

Quando a sintonização ocorre, tudo fica congelado no tempo. Todas as máquinas param e todos os seres humanos perdem a consciência. Neste momento os Estranhos fazem alterações na cidade. Criam uma nova arquitetura e montam salas e acessórios no local, para a promulgação dos seres humanos.

Os Estranhos injectam memórias nos humanos de um banco de memória comum. Quando os humanos despertam não se lembram do que se passou no dia anterior. De modo que se alguém comete um crime no dia anterior, não se lembra na manhã seguinte. Os Estranhos procuram saber se os seres humanos são bons ou maus.

O personagem principal é imune ao poder dos Estranhos. As injeções de memória não funcionam nele. Esta é a nossa tarefa, tornarmo-nos como personagem principal, trabalhando para elevar a nossa frequência acima de todos os sistemas de controlo e penetrar o mundo da luz falsa.

A memória deste filme continuou a surgir numa recente visita às Pirâmides no México. Eu não tinha planeado ir, até que Don Jesus me contactou do México. Ele serviu como “guardião do fogo” no evento dos Magos da Terra que durou sete dias, em 2000, com José e Lloydine e jurou manter a chama acesa.

Ele também esteve presente na cerimónia a 3 de Março de 2002: Semente Galáctica Amarela no topo da Pirâmide do Sol onde Jose foi homenageado pelo seu trabalho ao longo da vida por 9 xamãs que o presentearam com um bastão sagrado de obsidiana. Nove dias após esta cerimónia veio a primeira transmissão da História Cósmica.

Dom Jesus contactou-me quando eu estava no meio da escrita do “Sem Registo” (titulo provisório), a história da viagem iniciática sobre a perspectiva feminina com José Argüelles/Valum Votan

A mensagem era clara, eu tinha de voltar ao México para completar o livro onde se publicou a profecia original.

Estou ainda no meio do processo e da viagem de assimilar todas as impressões e energias recebidas. Estou sentindo mudanças profundas no núcleo do meu ser, como se o conhecimento estivesse sendo reorganizado numa nova arquitetura interna que eu ainda não consigo articular.

 

PALENQUE

A viagem começou no Kin 3 (10 de fevereiro) em Palenque, acompanhado por Kin 218, Seamus, que esteve comigo em 1998, o dia em que conheci, Valum Votan e Bolon Ik.

Kin 218 é a Assinatura Galáctica da abertura do túmulo de Pacal Votan, 15 de junho de 1952 (e 218 é também a assinatura combinada de 11, 22 e 185). Esta foi a primeira vez que tive espaço para apenas “Ser” e “Sentir” na meditação, durante três dias, nas pirâmides. Experimentei Palenque não tanto como um lugar localizado, mas sim, como uma arquitetura de conhecimento que deveria ser encarnada.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Senti uma profunda gratidão, sabendo que não estaria aqui sem o trabalho de José Argüelles/Valum Votan. Sua tarefa foi revelar a harmonia da forma, uma arquitetura de totalidade baseada em tempo. A sua descoberta dos códigos sincrónicos, de natureza matemática, equipa-nos com uma lente multidimensional para descodificar a “realidade”.

Estes códigos, quando aplicados com uma mente receptiva, chaves formam chaves que desbloqueiam diferentes níveis de consciência.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018
José Argüelles/Valum Votan com amigo Alberto Ruz da Nação do Arco-Íris. O pai de Ruz foi o arqueólogo que descobriu o túmulo de Pacal Votan.

 

TEOTIHUACAN

Depois de Palenque, viajávamos para Teotihuacan juntamente com Noelle Águia 5, Karina, Mago de 13 e Mertxe, Tormenta 12, de Espanha. Isto passou-se no Kin 9, 13 de fevereiro, Lua Nova e o Ano Novo Chinês: Ano do Cão da Terra Amarela.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

A antiga cidade de Teotihuacan é inigualável na sua concepção monumental e importância planetária. Tem sido descrita como uma combinação de Roma e Meca do antigo México.

Teotihuacan é o lugar onde a missão do Jose Argüelles/Valum Votan foi revelada (1953) e onde ele foi reconhecido pela sua função (inter)planetária (2002).

Em 2000, ele teve um sonho poderoso onde foi informado que todo o conhecimento do planeta está fechado nos códigos das planlhas de informação que estão dentro ou debaixo da Pirâmide do Sol e relacionados com o desenho do resto da cidade de Teotihuacan.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

A visão cósmica completa dos Mayas Galácticos é apresentada na cidade conhecida como Teotihuacan. Palenque foi o centro nervoso do alto comando da fase final e completa da experiência dos Mayas Galácticos.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Nesta viagem tivemos a honra de ser levados às grutas perto de Teotihuacan por Mertxe-Sol Cósmico, (na foto de amarelo), um ser mágico e xamã que é o guardião das cavernas.

Eramos 17 no total, para esta experiência poderosa e inesperada. Muito mais se poderia dizer acerca disto, particularmente a gruta dos elfos, mas guardar-se-á para outro momento.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

O 17 é significativo, uma vez que é o Kin da Terra Auto Existente ou Nahui Ollin que corresponde ao quinto sol (da consciência). Nahui Ollin é conhecido como o “dia da terra tremer” e está associado com o profeta mexicano Quetzalcoatl.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Mertxe então levou-nos de volta ao sua propriedade mágica com vista para as pirâmides e preenchido com os códigos de tempo. As sementes foram plantadas para um evento de retorno a este espaço inspirador. Caminhámos pelo labirinto do arco-íris e depois apareceram  arco-íris no céu.

O dia da nossa visita foi 35 dias antes do 7º aniversário da passagem de Votan, no dia 17 da Lua Solar (23 de março). Durante a nossa partilha na sala sagrada da pirâmide da Mertxe, ocorreu um terremoto de 7,2 em Oaxaca, México.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

Mensagem principal desta viagem: Somos os progenitores do nascimento de uma nova realidade cósmica. Esta é uma realidade que ainda não foi experimentada no âmbito humano.

Quando começamos a despertar cada vez notamos mais que múltiplas realidades estão ocorrendo simultaneamente. Isto é natural e não há que criar um grande problema. Esta tomada de consciência torna-nos mais críticos sobre o Reino 3D e ao que outros escolhem fazer.

O nosso corpo é uma nave do tempo, a mais alta tecnologia. Aprender a escutar sem analisar e os portais interdimensionais abrir-se-ão. O circuito de zuvuya fala através de Natureza e dos seres humanos que estão em sintonia.

Quando nós trabalhamos numa matriz harmónica, a partir desta consciência, todo o conhecimento vem até nós através da gnosis (conhecimento) ou experiência directa, do Gênesis até à revelação. Esta realidade já existe, cabe a cada um de nós descobri-la por nós mesmos, para primeiro mudar individualmente e depois coletivamente para uma linha de tempo mais harmoniosa.

Cidade Negra: Missão Luz, Palenque e Teotihuacan 2018

“Aniquilação e ressurreição são potências do centro da Terra. O Quinto Sol morre e o Sexto Sol nasce através do centro da Terra.

Todas as profecias, profetas e mensageiros da antiga Mesoamérica formam um todo comum interligado. Este conjunto compreende o Corpus Profeticum da antiga Mesoamérica. O principal profeta e unificador desta rede profética é Quetzalcoatl. Por esta razão,  toda a estrutura da profecia e revelação da antiga Mesoamérica são referidas como o Corpus Profeticum Quetzalcoatl”Valum Votan


Texto de Stephanie South a.k.a Red Queen, publicado em:
https://1320frequencyshift.com/