Pergaminho Mágico e Chave 33

A nova dispensação da cultura galáctica já se depositou na Terra. Espera agora o estudo da humanidade.Volume 6 de Cronicas de História Cósmica.

A nossa energia espalha-se em demasiadas direções ao mesmo tempo. Os sistemas de crenças limitados criam cercas em volta dos nossos campos eletromagnéticos que afastando-nos daquilo que mais queremos: Reconexão completa com a nossa Fonte Criativa.

As pessoas muitas vezes perguntam: Porque devo seguir o Calendário das 13 Luas ou aprender a Lei do Tempo? A resposta é que não deve, a menos que queira. Se está deprimido com o que os meios de comunicação tem para oferecer, cansado de correr os velhos de fita através da sua mente, num sulco criativo, procurando novas percepções ou quer ganhar mais memória, então poderia querer dar-lhe “vai” empurrão.

O caminho das 13 Luas revela a ordem sincrónica, um universo paralelo que coexiste com a narrativa dominante. Neste Universo a sincronização e arte predominam. A lente da ordem síncrona permite-nos visualizar as conexões entre eventos aleatórios aparentes, sintonizando-nos numa corrente oculta que sempre esteve lá, mas somente não tivemos as ferramentas para reconhecê-lo. Mas é mais do que isto …

Ofereço esta partilha com a intenção de explorar os seus próprios circuitos de memória e com a percepção de que tudo acontece simultaneamente dentro de uma vasta matriz radial de interseção de ondas de tempo.

O Portal Seguinte e o Pergaminho

Recentemente numa viagem à China, tive um sonho onde me disseram: “Estás aqui para abrires o Portal Seguinte”. Vi um longo corredor, vagamente iluminado com muitas portas ardentes. Que porta? Que Portal? Que porta leva ao Portal seguinte?

Portal Seguinte

No meio da noite escrevinhei no meu jornal: “abra o Portal seguinte”, “conhecimento da estrela esquecida” e “Zuvuya circuito”.

O porta “seguinte” parecia ter algo a ver com o zuvuya e como o esquecido conhecimento da estrela está intricadamente nas nossas vidas diárias.

“… no circuito de Zuvuya, a memória é a lembrança de soma de cada uma das nossa formas de onda única, passado e futuro, bem como a forma de toda a onda galáctica, da qual cada um de nós é uma reflexão de microchip… e claro, a chave para usar sintonizando-se no zuvuya, deve ter uma forma de onda limpa”. J. Arguelles, Surfistas de Zuvuya p. 134.

Rebobinagem …

Montando o Zuvuya de volta ao Natal 2014, Dragão Espectral, tive uma experiência incomum. Nesse dia meditava sobre a Árvore Galáctica da Vida. Alguém bateu à minha porta. Era um homem alto e loiro com cerca de30 anos. Não disse nada, assim, intuitivamente fechei a porta e supus que tivesse batido na residência incorreta.

Nessa noite, tive um sonho e o mesmo homem apareceu na minha porta. Ao início tive medo, então vi que se feriu num braço, tendo-o enfaixado e não queria fazer mal. Abriu o fecho da mochila usada e tirou o que parecia ser um pergaminho. Indicou-me que tinha vindo de longe para entregar isto.

Futuro 2016. Estou em Taiwan. Fui apresentado a um homem loiro da Suécia que seria o meu cozinheiro vegetariano. Observei que o seu braço esteve em uma funda. No início não pensei nada nele até que começou a contar-me a sua visão de um Pergaminho. Disse que na sua visão viu que o Criador do Universo tinha criado um Pergaminho original que tinha caído nas “mãos incorretas”. Disse que o pergaminho estava conectado a Maldek e agora estava desfazendo-se. Uma vez totalmente desfeito, um novo mundo poderá nascer.

Fiquei espantada! A ordem sincrônica funciona de maneiras misteriosas. Ele era o Dragão Espectral, Kin 141 e disse-me que era o seu 33º aniversário. Esta experiência ocorreu no Kin 66 (33 x 2): Enlaçador dos Mundos Branco.

O “33” trouxe-me à memória a lembrança de um sonho que Valum Votan me contou…. Em seu sonho ele contemplava como Shambhala e Tollan (leste e oeste) foram duas forças arquetípicas fundamentais que precisam de se fundir para a Grande Mudança para ocorrer. No sonho, o seu professor tibetano Chogyam Trungpa apareceu-lhe e disse-lhe essa fusão ocorreria quando “A Sol Oriental encontrar o Sol Ocidental no grau 33º.”

Com esta memória, uma chave girou a partir de dentro. Eu escrevi a experiência a algumas pessoas e recebi uma mensagem que fez voltar a minha atenção para a Pirâmide Branca na China, localizada a cerca de 33 graus de latitude em Qin Ling Shan Montanhas da província de Shensi. Pouco se conhece publicamente sobre esta enorme pirâmide de degraus construída de barro, mas pensa-se que é tão velha quanto as Pirâmides de Gizé. Também, se diz que esta região tem mais cem pirâmides. (Muito se tem escrito cerca do paralelo 33, assim pode pesquisar se estiver interessado). Eis aqui uma breve introdução.

 

Seguindo o caminho da sincronicidade, 33 dias depois encontrei-me em Washington D.C. de visita a Casa do Templo: Supremo Conselho, 33°, Rito Escocês da Maçonaria. Isto passou-se durante o Kin 99 (33 x 3). Chefe do Conselho Supremo do Mundo Maçonaria Albert Pike inventou o 33º grau da Maçonaria, em 1832. Obrigado a todos pelo presente, mas vou tentar manter um foco centrado aqui.

De Volta ao Novo Pergaminho

Pergaminho 33Na tradição tibetana existem os pergaminhos amarelos (embora as páginas sejam de cores diferentes, eles ainda são chamados de amarelos). Estes manuscritos muitas vezes contêm roteiro simbólico e são colocados em caixas feitas de pedras preciosas, madeira, argila ou pedra. Às vezes, muitos manuscritos de ensino são encontrados numa caixa e outras vezes, um manuscrito de ensino é dividido.

Estes manuscritos foram colocados nas caixas e confiados a protectores da terma, que são seres não-humanos ou espíritos. Estes seres receberam ensinamentos do Guru Padmasambhava e fizeram um voto para proteger o dharma. (Ensinamentos Ocultos do Tibete por Tulku Thondup Rinpoche)

Terma refere-se ao tesouro escondido deixado por um ocultador num tempo antigo. Ele geralmente contém algum tipo de manuscrito simbólico, que quando descoberto pelo descobridor de tesouros predestinado, terton, então irá revelar algum ensino apropriado para a época de sua descoberta.

Nevegando a Zuvuya

42 dias antes da experiência zuvuya, na China, com o Pergaminho, tive um sonho lúcido com Valum Votan, onde ele estava dirigindo um carro e disse que o navegador estava de volta.

42 é um número chave. São 42 anos entre a descoberta do túmulo de Pacal Votan (1952) e a descoberta do túmulo da Rainha Vermelha no Templo 13 (1994). O túmulo é um símbolo que representa uma arca ou passagem interdimensional entre os sistemas mundiais e conhecimento da transição um tempo para todo tempo.

Este sonho “Navegador” ocorreu em 12 de janeiro de 2016: Kin 24: Semente Espectral Amarela, “libertando a consciência”. (Kin 24 é 42 ao contrário. Foi também no dia 24 que o Valum Votan apareceu no meu sonho em 2014, mostrando-me a visão do ciclo de 812 dias da consciência solar, ver blog).

Num sonho recente, ele puxou um mapa e circundou vários lugares indicando a reconexão de circuitos no raio da nova frequência. Os primeiros lugares que ele circundou foram Inglaterra, Itália e Paris, França. Alguns outros lugares estavam dentro de um círculo, dos quais não me lembro, mas parecia ter uma particular padronização simétrica.

Na manhã seguinte, verifiquei meu e-mail apenas para encontrar a confirmação de um convite para ir à Inglaterra celebrar o Dia Fora do Tempo e alguns dias depois veio o convite para Taiwan e China.

Este ano o Dia Fora do Tempo (25 de julho) cai no Kin 218: Espelho Planetário Branco. Esta é a assinatura Galáctica da descoberta do túmulo de Pacal Votan (15 de junho de 1952).

Este dia, é também, 33 dias após a Serpente Eléctrica Vermelha, Kin 185 activação da Estação de 65 dias da Força da Vida. (E naturalmente 33 é o destino combinado de Kin 11 com Kin 22).

Na Inglaterra teremos a criação da Árvore Galáctica da Vida com seus 21 arquétipos definidos em mármore ao ar livre na Quinta de Shire. Vou participar num evento de 4 dias no Dev Aura com Avani, Kin 55, para apresentar o Hunab Ku Árvore Galáctica da Vida.

Existem 52 caminhos principais de terma para abrir dentro Árvore Galáctica da Vida, com os seus 7 Portais e 21 arquétipos. Este uma das revelações finais na profecia Telektonon de Pacal Votan trazido por Valum Votan, como parte do sistema Synchronotron (Cubo).

Novo Ano Galáctico: a Tormenta Espectral Azul

Este Ano Novo Galáctico (26 de julho) marca três anos desde o início do novo raio na Semente Galáctica Amarela (26 de julho de 2013).

O raio galáctico é inteligentemente focado cria padrões precisos. Padrões de informações não só acontecem aleatoriamente, mas são inteligentemente concebidos e projetados como estruturas holográficas ou imagens dentro de raios de tempo diferentes. Por sua vez, estes raios tempo informam as diferentes estruturas da realidade celestial e cósmica. Livro do Tempo-Espaço

A nova inteligência do raio contém a matriz de fractal, da qual derivam todas as outras matrizes. Está repleto de novos arquétipos carregando novas escritas. No Dia Fora do tempo também participaremos duma meditação global sincronizada para activar os novos arquétipos e desvendar o novo pergaminho.

Direcionando nossa inteligência dentro de um espaço de foco descontraído alinhamos nosso campo eletromagnético com o novo raio. A partir deste espaço podemos começar a compreender a interação de forças cósmicas e receber as memórias de histórias arquetípicas de outros mundos, mundos esquecidos, de que não são nada mais, nada menos do que os aspectos esquecidos do nosso próprio ser.

… continua…

Meditação Hunab Ku 21

Estamos avançando a nossa consciência do corpo físico através de etapas sucessivas em estados de super-consciência e consciência continua. Dar prioridade a sua própria auto-realização.


Texto de Stephanie South a.k.a Red Queen, publicado em:
https://1320frequencyshift.wordpress.com/