tags

(25) Tartaruga Mágica, Árvore Mágica

(25) Tartaruga Mágica, Árvore Mágica

A Geração Da Terra

A tartaruga mágica falou. Criança da Terra, a tua soberana declaração dos direitos da biosfera não é uma fantasia. É real. Os teus direitos entram com efeito no calendário do tempo linear, a 26 de julho de 1993.

De 26 de julho de 1993 a 26 de julho de 2013 são 20 anos. 20 anos é uma geração. É necessário uma geração da Terra para as crianças da Terra viverem o tempo da Terra de uma forma soberana. Viveres os teus direitos de forma soberana é viveres de acordo com as leis da biosfera. Para a última geração das crianças da Terra, soberania é auto governação e auto organização.

A biosfera é a melhor vida da criança da Terra. Na sua forma soberana a biosfera pode agora respirar liberdade. Pode entrar a unidade de tempo. Pode-se espalhar e florescer debaixo de uma árvore mágica. Esta é a árvore mágica da soberania da Terra. A árvore magica da soberania da Terra abriga a primeira geração de cultura da paz na Terra.

A árvore mágica da soberania da Terra cresce sete anos fora do futuro. Julho de 1993 é o limite do sétimo anel.

Leva sete anos para contar os anéis da árvore que tem a soberania Terrestre. Para voltar ao centro são mais sete anéis da árvore, 25 de julho de 2000, o objectivo da soberania da terra. São necessários sete anéis da árvore dos conselhos das crianças da Terra para garantir os direitos da Terra. São precisos sete anos para uma geração harmonizar, cooperar e agir em conjunto, no serviço juntos para atingir o objectivo da soberania da Terra.

Sete anos deixam treze anos para completar uma geração inteira. Sete anos para atingir a meta da soberania da Terra, treze para lançar a biosfera na unidade do tempo.

20 anos para ver se a árvore mágica do tempo se tornará no mágico circuito da navegação: uma árvore do tempo cujos anéis são tão infinitos quanto as personagens desta história, a maravilhosa história do tempo da tartaruga e da árvore.

Uma geração da Terra: Viu, então, quantos anéis da árvore mágica do tempo podem crescer. Viu quanto as raízes da árvore mágica do tempo podem descer:


no serviço à Terra

tartaruga e árvore cooperam
no tempo em perfeita harmonia

Tu também podes ser
uma tartaruga mágica
uma árvore mágica

Reclama o teu corpo
reclama o teu tempo
reclama os teus sentidos
reclama a tua mente

Com autonomia podes girar o teu próprio tempo; na igualdade teces a tua vida; na abundância o círculo sagrado do tempo envolve-te com tudo o que precisas.

Este é o fim da história da tartaruga e da árvore. Eles têm mantido o conhecimento do tempo em equilíbrio com a biosfera da Terra. Agora é a última geração das últimas gerações dos filhos da Terra, o tempo é teu para reforçares a tua vida.

A Tartaruga mágica espera para ver se tu podes crescer com equilíbrio no corpo de tartaruga com soberania autónoma. A Árvore mágica aguarda para saber se pode sonhar a magia do espírito da árvore com soberania autónoma.


Planta a tua árvore do espírito

sobre a tartaruga mágica da nave do temp
soberanos, anel após anel
os anéis do tempo são teus para saberes
navegar através
das ondas de fluxo interminável do tempo

A Tartaruga mágica diz que tudo começa contigo, criança da Terra, quando fizeres o caminho de Treze Luas, tomando o teu lugar na história do tempo.

Criança da Terra, a tartaruga mágica capacita o novo tempo como o movimento de teu corpo com o tempo da Terra. Árvore de espírito capacita o novo tempo com conhecimento da energia solar dos 20 dedos das mãos e dos pés. Através da vivência das Treze Luas contados pelos teus 20 dedos das mãos e dos pés vais alcançar o poder dos navegantes do oceano da unidade do tempo. Darás as boas vindas ao regresso das 20 tribos do tempo.

Criança humana da Terra: o conhecimento do tempo dar-te-á o poder da navegação biosférica. Sem esse poder, o ciclo biosférico não é renovado. O ciclo de livre-arbítrio humano terminará, não dando nenhuns frutos. Criança da Terra é tudo apenas uma questão de estar certo na hora certa.

Então saberás o caminho a percorrer, estes são os sete anéis a seguir: sete anéis das treze luas. Cada anel, um caminho de serviço planetário, cooperação, e harmonia. Sete anos para os conselhos das crianças da Terra conquistarem o navio aos loucos e lançarem a Nave do Tempo Terra!


anel da semente magnética amarela

anel da lua lunar vermelha
anel do mago elétrico branco
anel da tormenta auto existente azul
anel da semente harmónica amarela
anel da lua rítmica vermelha
anel do mago ressonante branco

O Anel da tormenta galáctica azul é o alvo da soberania da Terra e o primeiro dos treze anos que conduzem à unidade de tempo. No ano 2013, quando o anel do semente galáctica amarela é alcançado, será a próxima geração dos filhos da Terra, a primeira a ser a geração dos navegantes do grande oceano galáctico do tempo?

Através dos anéis de sete anos, o enigma é este
Podes fazer a tua tartaruga mágica seguir a tua felicidade

Através dos anéis de treze anos o enigma é este:
pode a tua tartaruga mágica sonhar para que passes o tempo do desejo,
podes desejar voltar para o espírito do fogo da árvore?
No fogo do espírito firme da árvore
podes falar da recompensa que é tua quando a encontrares?

Filho da Terra, este enigma é teu para responderes. Eu sou a tartaruga mágica, criança do tempo. A minha casa está debaixo da árvore de espírito, mago do tempo. A inocência é tudo o que precisas para nos encontrares. Coragem é tudo o que tu precisas para ganhares a tua parte na nossa história, a história maravilhosa do tempo da biosfera. Sempre que estejas pronto, estamos esperando por ti…


O Tempo é paciente com seus filhos

O tempo perdoa sem um som
O tempo recorda no seu silêncio
O tempo ama no seu circulo sagrado

(24) Declaração Soberana Dos Direitos Da Biosfera

(24) Declaração Soberana Dos Direitos Da Biosfera

Em nome da Federação da tartaruga e da liga da árvore, a fim de fechar o tempo da Nova Era e inserir a unidade de tempo; no espírito do Perdão Universal, é agora declarado:

Pela lei suprema do tempo que rege toda Biosfera Terrestre e pelas leis soberanas de auto-geração, auto migração, auto organização e auto governação de toda a biosfera e cada uma das suas partes, os direitos soberanos de autonomia, igualdade e abundância agora são declarados para cada criança humana da Terra para reivindicar os seus próprios direitos; e assim, aceitando os direitos de autonomia, igualdade e abundância, todas as criança humana da Terra aceitam a responsabilidade desses direitos, a responsabilidade do serviço de cooperação e de harmonia.

A declaração soberana das leis, direitos e responsabilidades da biosfera para as crianças da Terra também constitui um cessar e desistir de todas as operações do tempo linear que desrespeitam estas leis, direitos e responsabilidades.

Para garantir os direitos da Biosfera para todas as crianças humanas da Terra, toda a autoridade actualmente investida na instituição do tempo linear é declarada nula e inválida.

Daqui em diante, nenhuma instituição do tempo linear deve, de modo algum, impor as suas leis sobre qualquer criança da Terra para que a autonomia da criança, igualdade e abundância sejam de alguma forma limitadas.

Funcionando no tempo linear, a inteligência humana afectou a diversidade da biosfera, e o equilíbrio da biomassa está ameaçado. Para compensar a perda da diversidade biosférica, a criança humana da Terra agora deve assumir a responsabilidade de fechar o tempo da Nova Era e inserir a unidade do tempo.

Aceitando a declaração de nulidade das instituições e da autoridade do tempo linear, incluindo do calendário de doze meses, o tempo da Nova Era finaliza.

Seguindo e aceitando o calendário das treze luas, crianças humanas da Terra dão o primeiro passo para a unidade de tempo.

Em nome da Federação da tartaruga e da liga da árvore, a chamada saiu para todas as crianças humanas da Terra:

No espírito do perdão universal e da auto capacitação começam imediatamente a organizar os conselhos das crianças de Terra.

De agora em diante, nenhum parlamento, nenhuma reunião de conselho corporativo, nenhum banco, escola, igreja, ou qualquer outro tipo de entidade se reunirá ou tomará decisões sem a presença do conselho das crianças.

A fim de restabelecer a igualdade e abundância, toda a prosperidade actual do tempo linear é agora da responsabilidade dos conselhos das crianças da Terra.

Cabe aos conselhos das crianças da Terra criar a agenda de prioridades para a restauração da criança humana no circulo sagrado do tempo da biosfera.

A prosperidade do tempo linear existente é para ser canalizada através desta agenda de prioridades de acordo e respeitando a lei suprema do tempo, as leis soberanas da biosfera e os direitos e as responsabilidades reconhecidas aos membros da biosfera. Entre as prioridades é a imediata restauração da saúde e o bem-estar de todas as criança humanas da Terra.

Cada acto em nome da biosfera é um acto de paz. Cada passo em nome da biosfera amacia o caminho. Ao cuidar de mim, o caminho está aberto para cuidar de tudo.

Com os sistemas de tempo linear dissolvidos, a criança humana autonomamente retorna ao tempo natural, os conselhos das crianças da terra terão qualquer forma apropriada para o novo lugar no tempo.

No tempo natural, não há nenhum governo, mas sim, autonomia. No tempo natural não há nenhuma religião, mas a própria vida. Quando os conselhos das crianças se dissolverem, haverá unidade no tempo. Quando houver unidade de tempo, os seres humanos conhecer-se-ão completamente na biosfera. Então eles saberão como entrar no tempo do sonho.

Até que a unidade de tempo seja conhecida por todos, os conselhos das crianças têm de fomentar e promover, de todas as formas criativas possíveis, os direitos e as responsabilidades da vida na
a biosfera.


Criança humana da Terra

A tua autonomia cumpre-se no serviço
tua igualdade cumpre-se na cooperação
tua abundância cumpre-se na harmonia

Criança da Terra
na quietude e no equilíbrio
conhecer e praticar os teus direitos
na quietude e no equilíbrio
sê como a tartaruga sê como a árvore
envolta no teu círculo do tempo
tão feliz e tão livre

(23) Canção Da Bioesfera

(23) Canção Da Bioesfera
Como os espíritos dos tambores rufaram dentro da cúpula, no interior do manto do tempo do sonho da terra, as vozes dos espíritos dos animais uniram-se numa só voz, a voz da canção da biosfera.
Numa única voz para as crianças da Terra, os espíritos dos animais cantam a canção da inocência da biosfera.


Criança da Terra, filho do tempo

a biosfera é inocente
é o círculo sagrado do tempo
que molda a tua vida
num todo da Nova Era
com o coração cantando
na biosfera
Este círculo sagrado
de inocência e alegria

o circulo sagrado não toma partido
peixe come peixe é inicio do ciclo
o tempo recicla a vida

a vida recicla o tempo
este é o sagrado circulo
tudo o que precisa de viver
é autogerado
da excitação cósmica à respiração
do metabolismo à radiação solar
tudo se transforma em mais uma geração
outro circulo sagrado do tempo
no seu poder de auto geração
a biosfera é inocente

na cooperação de suas partes
no serviço e em harmonia
com a arte sagrada da Terra
a biosfera auto migra
todas as moléculas
em igualdade e diversidade
migra em todas as mudanças de combinações
através de todos os seus momentos diferentes
em todas as suas vidas diferentes
a biosfera é inocente
no seu todo e em cada parte
a biosfera auto migra

troca de todas as partes de si mesmo
com todas as outras partes
através de ciclos recorrentes da Nova Era
a biosfera é inocente

auto-geração, auto migrando
constante em seus círculos sagrados da Nova Era
a biosfera está a auto-organizar-se
no seu todo
para cada parte e toda a parte
a biosfera cria-se
na sua obra de arte viva
um fôlego para respirar o circulo sagrado
uma vida para equilibrar
na perfeição infinita
toda uma Terra se auto organizando
a biosfera é inocente

a biosfera é autónoma
no seu todo e cada parte
autónoma na temperatura do meu corpo
autónoma na pele que mantém o meu vestido vivo
na biosfera, não há nenhum “deixar” e nem “permitir”

Tudo é livre para fazer e ser
para levar o tempo ao seu próprio ritmo
de acordo com sua própria autonomia
na biosfera, não há nenhum governo
jogar ao invés da política
é a regra do dia
no seu poder de autogoverno
a biosfera é inocente

Na tua pele é tudo o que precisas
nenhum parlamento te pode dar mais
a biosfera é inocente
o circulo sagrado encontra-se
onde cada criança é livre
na sua própria autonomia
a biosfera é inocente

 

Auto geração, auto migração, auto-organização, auto governação são as leis que regem a Biosfera no seu todo e nas suas partes.

Igualdade, abundância, autonomia, estes são os direitos da biosfera.

Cooperação, serviço, harmonia, estes são os caminhos para exercer os teus direitos na biosfera.


Oh criança da Terra

cada um de vocês
é um membro da biosfera
a biosfera funciona se exerceres os teus direitos
tu és a biosfera
teus direitos estão escritos na tua pele
a biosfera é inocente
tudo o que precisas é começar
no teu ritmo
como a tartaruga e a árvore
para fazeres o tempo
simples e gratuito

autonomia é a economia da vida
Só eu posso ser Eu
com autonomia, pode haver serviço
a vontade de realizar em nome da Terra

igualdade é a economia de tempo
tempo é igual para todos
ninguém tem mais ou menos tempo
no tempo, somos todos iguais uns aos outros
com igualdade pode haver cooperação
no serviço à Terra

abundância é diversidade
a riqueza do tempo que se fortalece a cada momento
com tudo o que tu precisas
harmonia é abundância feita igual para todos
através da cooperação no serviço à Terra

Oh criança da Terra
Oh filho do tempo
ser paciente é ser livre
mantem a calma
move-te em equilíbrio
o teu poder está na tua autonomia

com tranquilidade o conhecimento é simples e livre
equilíbrio é movimento em harmonia
da calma e o equilíbrio
do conhecimento em harmonia
descobre os teus direitos
abundância, igualdade e soberania na autonomia

Esta é a canção da inocência
da biosfera que não conhece outra forma

Criança da Terra
A vida na biosfera é uma cooperativa autónoma
de origem comum e interesses comuns
a vida na biosfera é uma produção de auto migração
reciclada como tempo
criando-se como um circulo sagrado

Criança da Terra para entenderes
simplesmente vive no “Agora”

No Agora está a fonte do Aqui
no Agora está o espírito do teu coração que bate
no Agora está a fonte de autonomia
no Agora está a fonte da abundância
no Agora está a fonte de igualdade
no Agora está a fonte da quietude
no Agora está a fonte do saber
o Agora existe apenas para ser e fazer
ser e fazer
é ser livre

Oh criança da Terra
reivindica o teu tempo
a biosfera chama na inocência
chamadas como a tartaruga
chamadas como a árvore
chamadas para a harmonia
tua e minha!

(22) Maya, A Estrela Mãe Testemunhou No Conselho Das Crianças Da Terra

(22) Maya, A Estrela Mãe Testemunhou No Conselho Das Crianças Da Terra
Quando o espírito terminou a sua canção, houve um silêncio em todo o poder do espírito do Conselho da Terra. De repente, apareceu uma testemunha especial. Foi Maya, a Estrela Mãe!

A Bisavó galáxia disse, as estrelas mãe são muito especiais para mim. Elas são muito sábias e maduras. Elas sabem como ainda permanecer ao longo do tempo, mesmo que as estrelas se comecem a reunir-se em torno delas. Filhos da Terra, o teu avô sol é apenas uma criança comparado com a estrela mãe em torno do qual ele gira.

A Bisavó Galáxia tinha razão. A Estrela mãe Maya foi muito especial. Ela ficou no centro da grande Assembleia dos poderes do Espírito. Ela era brilhante e em constante mudança. Seu esplendor e feixes de luz pulsantes estão a dançar por todo o lado. Ao mesmo tempo, o centro calmo da Mãe Estrela mantem todos num ponto.

A Mãe Estrela falou. A Mãe Terra diz que humanos mexeram com o seu manto do tempo, a biosfera. Criando um tempo falso, os humanos introduziram um tempo linear, introduziram um padrão irregular na sua biosfera. Esse padrão irregular da existência humana também mexeu com o meu tempo, e os humanos não sabem disso. A Terra é cósmica para o núcleo. O tempo da Terra é também tempo galáctico. Ao mexer com o tempo da Terra, o humano mexeu com toda a tecelagem do tempo galáctico.

Desta forma, o humano chamou a atenção para si. É por isso que estou aqui antes de ti, agora, a tua bisavó estrela Maya. Meus filhos são os navegadores do tempo. Dentro da sua biosfera aqueles que conhecem o pulsar da Terra batendo com o pulsar galáctico do tempo são também conhecidos como Maya.

Devido aos Maya, o conhecimento do tempo nunca se perdeu. Mesmo que todas as tartarugas e
árvores, e os povos da árvore e da tartaruga desaparecessem da Terra, o conhecimento dos Maya sobre o tempo iria prevalecer. Porque o tempo é soberano entre todas as coisas na galáxia.

Por causa dos Maya, nem tudo está perdido. Não é tarde demais para as crianças da Terra aprenderem algo novo, algo novo que é realmente algo velho, algo que a tartaruga e a árvore sempre souberam. E é isto:


12 não é 13

um único número que adicionado a doze
Deu ao tempo o poder de mover-se no circulo
contagem de doze meses, não é um circulo verdadeiro
faz o tempo linear faz com que todos se movam
num plano único numa única linha
ficando em nenhum lugar, mas mais longe
13 luas faz o tempo redondo
cada ano, um nascimento
para a Terra renovar

13 luas para fazerem o som da vida

10 não é 20
é apenas metade da Partitura
20 é o todo
e ainda mais
apenas metade da Partitura
é menos de metade do pintura
10 anos podem fazer milhões
mas tu sempre precisas de mais

Pequeno e divido ao meio
vive com dez dedos
e esqueceu que tem dez dedos dos pés

Ao 10 chamaram uma década
é apenas metade da Partitura
uma década leva à decadência
20 anos é o resultado do Todo
uma geração inteira

20 anos para a última geração
da última geração da Terra
para fechar o tempo da Nova Era
para trazer a unidade do tempo
para introduzir a hora do Sonhar

 

Filhos da Terra, o dom dos Maya é para saberes. Este tempo é teu, reclama-o. A última geração de filhos da Terra, já aprendeu e ensinou tudo. Não é tarde demais para aprender de novo. A biosfera espera que assumam a responsabilidade para se equilibrar. Treze Luas não é difícil de aprender e seguir. 20 dedos das mãos e dos pés não são difíceis de seguir e saber.

Maya, a estrela Mãe fez uma pausa. Então perguntou a todas as criaturas do espírito da assembleia da Terra, o que essas crianças precisam que agora não têm? Elas precisam do dom da tartaruga e da árvore; Elas precisam de um calendário que seja verdadeiro; Elas precisam de uma declaração de direitos biosféricos; e um Conselho Terrestre próprio, para que possam aprender a Ser simplesmente.

Quem vai saber que as crianças da Terra receberam estes quatro presentes? Como vos disse, eles estão prontos.

Assim que acabou de perguntar, Maya a Mãe estrela desapareceu. Todos os que estavam na reunião, no manto do espírito biosférico sentiram respeito pela apresentação e desaparecimento de Maya, a Mãe estrela. Todos os poderes do espírito sabiam que o alívio do stress biosférico dependia deles.

O espírito da árvore falou primeiro. Eu já apareci em muitas visões a muitas crianças diferentes. A história da tartaruga e da árvore é lembrada agora novamente a todos os filhos da Terra. Com a intenção certa, o espírito irá certificar-se que todas as crianças da terra lembrarão a tartaruga e árvore através da sua história. O primeiro presente está pronto. Deve ser divulgado. Vai ser lembrado e aprendido novamente.

Em seguida, o espírito dos animais alojado na lua surgiram e falaram com uma só voz: nós fornecemos o novo calendário das treze luas. Está pronto. Treze Luas trazem a unidade do tempo. Cada um de nós, treze espíritos dos animais viabilizam uma das luas para que todas as luas trabalhem juntas como uma escada de mão. Uma escada de serviço. Uma escada do tempo.

Treze Luas colocarão os filhos da Terra ao mesmo tempo no tempo natural. Em toda a Terra, o ser humano pode cooperar novamente. Sem cooperação e serviço, não há unidade do tempo. Enquanto o humano se encontrar no tempo de contagem doze, não importa o quão determinado ele procure ser, o humano não encontrará cooperação ou paz. O segundo presente do novo calendário está pronto. Deve ser divulgado. Vai haver paz.

Em seguida falou a tartaruga mágica. A declaração dos direitos biosféricos para todas as crianças da Terra está preparada e redigida. A Federação da tartaruga e da liga da árvore já tinham esta declaração de direitos pronta há muito tempo. A chamada das crianças para os Conselhos está contida na declaração de direitos. O terceiro e quarto presentes estão prontos. A declaração dos direitos será divulgada. Os Conselhos das crianças serão convocados. Lá haverá autonomia, igualdade e abundância para todos.

Agora, até ao encerramento do tempo da Nova Era devemos tocar os nossos tambores espirituais. Não deixe de tocar os tambores espirituais até que a unidade se dê. Mesmo assim, devemos continuar tocando. Quando ouvirmos o espírito dos tambores dos filhos da última geração da Terra ao mesmo tempo e ritmo que os nossos, então podemos descansar.

Assim, começou o rufar dos tambores anunciando a canção do fim do Tempo da Nova Era:


Dissolver o sonho do tempo linear

dar às crianças liberdade
dissolver o sonho do tempo linear
deixem as crianças Ser

Tambores rufando no tempo certo
presente da tartaruga é equilíbrio
tambores rufando no tempo certo
tranquilidade é o dom da árvore

(21) A Tartaruga e A Árvore Chamaram O Conselho Das Crianças Na Terra

(21) A Tartaruga e A Árvore Chamaram O Conselho Das Crianças Na Terra
Nos luminosos alojamentos do espírito da lua e do sol, há uma grande agitação. Durante longo tempo a visão da árvore ardente e a tartaruga mágica sonharam o seu poder de diferentes maneiras para os membros da última geração dos filhos Terra. Apesar destes esforços para manter a visão do tempo vivo entre os humanos, o esquecimento aprofundou-se.

Todas as espécies de tartarugas e árvores estão a desaparecer. As fileiras da federação da liga da árvore e da tartaruga foram quebradas e espalhadas. Será o humano está tão esquecido, capaz de fazer com que a biosfera fique tão instável que a sua delicada teia entre em colapso num cataclismo?

Do alojamento do espírito da lua para o alojamento de espírito do sol, o espírito original da tartaruga chamou o espírito original da árvore: Nobre árvore! A nossa Terra está em perigo. A pressão da expansão humana dentro da biosfera é demasiado grande. Os humanos saíram mesmo da biosfera para a lua e outros planetas.

Mas apesar de tudo isso, o ser humano sabe pouco sobre o tempo. O humano não tem nenhum equilíbrio. O humano tem todo o conhecimento, mas enlouqueceu. Precisamos chamar o Conselho do Espírito.

O espírito da Árvore original respondeu. Sim, isso é uma boa ideia, tartaruga. Vai ser um Conselho especial, um Conselho dos filhos da Terra, para que a criança da Terra recupere o seu tempo.

A Tartaruga respondeu. Tens razão árvore. O Tempo é Supremo. Tempo é o governante soberano da biosfera. Tempo é para as crianças. Quando as crianças do ser humano são pequenas, eles têm conhecimento do tempo, mas não sabem. Quando as crianças do ser humano são jovens ou adultos estão no espaço, mas perderam-se do tempo e não o reconhecem. Eles pensam que têm conhecimentos sobre o tempo e usam pulseiras chamadas relógios que dizem “dar horas”. No entanto, os seus relógios só falam do tempo linear. Pior do que ignorantes, os seres humanos estão iludidos! Veremos o que podemos fazer para ajudá-los.

Nunca antes tal Conselho do espírito tinha sido chamado em nome da Terra. No mais profundo do centro da Terra do tempo do sonho, os espíritos dos animais reuniram-se, sonhando poderes espirituais vieram juntos.

A tartaruga e a árvore assistiram com profundo respeito. O Grande espírito espalhou seu manto de sonho sobre todo o núcleo da Terra. Dentro desse manto de sonho, reuniram-se os espíritos de todas as espécies dos animais. Não só os poderes espirituais de todas as formas orgânicas no tempo, mas também, os poderes espirituais das formas inorgânicas e todos os elementos apareceram.

O Espírito falou. O meu manto protege todos os animais de espírito. Eles estão presentes. Também estão presentes os meus anfitriões de espírito especial, o povo da pedra e o povo da nuvem. Ninguém conhece a resistência melhor que o povo das rochas. Ninguém conhece melhor a linguagem de todas as formas de tempo do que o povo da nuvem. Eles, também, são afetados pelo esquecimento do ser humano esquecendo acerca do tempo circular. Eles também sofrem devido ao ser humano seguir o tempo falso da linha plana. Eles também querem saber o que deve fazer com os humanos.

O Espírito continuou: Nossa Mãe Terra diz que todos os seres humanos têm mexido com a tecelagem do tempo. O padrão introduzido pelos seres humanos com o seu falso tempo de doze meses não pode ser tolerado. A teia biosférica está prestes a explodir de tanta pressão.

A Mãe Terra diz que não se lembra de um momento tão perigoso. Os dinossauros eram aterrorizantes, mas o seu esquecimento não foi tão devastador quanto o esquecimento humano. O Ser Humano é inteligente. Fora do pano, do tempo falso, criou grandes máquinas.

O cataclismo para purificar minha biosfera dos efeitos do ser humano com as suas máquinas pensantes seria muito pior do que o cataclisma para ajustar o efeito dos dinossauros. Isto é doloroso demais para pensar. Ainda deve haver alguma maneira de ajudar a última geração da última geração dos filhos da Terra.

O final do tempo da Nova Era chegou. O tempo ainda não acabou para o humano. Uma geração, sagrada de 20 anos, permaneceu para a criança humana poder acordar e lembrar-se do ensino da tartaruga e da árvore. É por isso que este Conselho foi chamado. É por isso que é chamado um Conselho dos filhos da Terra para as crianças da Terra.

Temos de descobrir se todos se lembram de como fechar o tempo da Nova Era. Temos de descobrir se todos se lembram de como trazer sobre a unidade de tempo. Temos de descobrir se todos se lembram de como abrir o tempo do girar.

Antes de descobrirmos vou cantar a canção da Mãe Terra para este tempo. Canção do espírito:


Oh filhos das crianças da última geração

da Terra
Olha onde está
O tempo falso
crime em tempo real
minha biosfera está stressada
tempo falso
crime em tempo real
a minha teia está desarrumada

todas as coisas falsas, finalmente, terminam
vai-se o tempo falso
o tempo verdadeiro restabelece-se

Quando termina o tempo falso
na ronda do tempo real
para se saber a quem será deixada
a sabedoria da árvore
e da tão lenta tartaruga

quem restará para saber a próxima rima
que continua esta história maravilhosa do tempo

(20) O Caminho Da Semente: O Humano Esquece-Se A Terra Lembra-Se

(20) O Caminho Da Semente: O Humano Esquece-Se A Terra Lembra-Se
Mãe Terra, recorda. Quando o filho da minha geração da Terra surgiu, as árvores e as tartarugas ofereceram mais do que o dom do conhecimento do tempo. Guiados pelo espírito da árvore e tartaruga mágica, todas as tartarugas e árvores se ofereceram como sacrifício aos humanos. Se humanos precisavam de madeira para o fogo ou construção de abrigos, a árvore estava pronta para o sacrifício. Se humano estava com fome, tartaruga ofereceu sua carne para comer. O casco da tartaruga tornou-se um instrumento musical, uma caixa de som para bater, para raspar com uma vara ou transformar-se num guizo.

Árvore e tartaruga perduraram, apesar dos seguidores do caminho da semente. O poder cósmico da tartaruga, a resistência sagrada da árvore foram sempre lembradas e homenageadas. Mas a árvore e a tartaruga também testemunharam como os seguidores do caminho da semente se esqueceram completamente do tempo sagrado, criando, em vez disso, o tempo falso.

Isto foi o que aconteceu com a entrada no esquecimento do tempo.

Lá, num lugar entre os rios, os anciãos do povo do caminho da semente encontraram-se. Conversaram entre eles e disseram:

O seguirmos o caminho da semente deu-nos muito. Nós criámos a irrigação e a agricultura. Espalhámos as nossas técnicas por toda a terra que se estende entre as montanhas e o mar. Nossos povos cresceram em número. Nossos exércitos defendem mais a terra. Realmente somos os mais fortes e poderosos sobre a Terra. Para governar nossa terra, criámos os impostos. Através dos impostos, todos, na terra, permanecem no nosso controle, e recebemos a riqueza para manter o nosso reino.

Mas há outras pessoas longe. Eles também conquistaram a terra e criaram poder entre si. Estas pessoas são inteligentes e têm conhecimento do número e do espaço.

Eles dizem que nós vivemos no espaço, e que o nosso espaço se parece com um grande círculo. Este círculo é conhecido por uma contagem de doze. Esta é uma contagem fácil. Uma contagem de doze é mais fácil do que de treze, porque pode ser dividida em muitos números. Isto é exatamente o que nós necessitamos de criar, um cronograma para os nossos impostos.

Em vez de treze luas, criaremos um ano de doze meses. Com este ano de doze meses teremos um cronograma fácil para as nossas taxas fiscais. Ao mesmo tempo da contagem dos doze também teremos a contagem de dez. Uma contagem de dez é mais simples e mais fácil do que a contagem de 20. Todos os nossos impostos serão baseados numa contagem de dez, todo o nosso tempo numa contagem de doze.

O Conselho dos anciãos da terra entre os rios terminou.

O povo da semente já se tinha desviado dos caminhos sagrados. E por isso, foi fácil de substituir treze por doze como o número cósmico do tempo. Mas esta substituição foi um erro no momento em que se espalhou e foi seguida por todas as pessoas do caminho da semente. Abandonando as contagens sagradas 13:20 pelas contagens 12 e 10, o povo da semente começou a tecer um estranho e problemático padrão na minha teia biosférica.

A partir deste novo perturbador padrão, uma sombra estranha começou a lançar-se em toda a minha teia biosférica, a sombra do falso tempo.

O círculo é plano, o tempo é redondo como uma esfera. Com base no círculo, o tempo da contagem de doze é plano, um tempo falso. Não é redondo como o das Treze Luas. Não é redondo com a Terra e o Sol.

O tempo linear de doze meses, nunca estará harmonizado, como o das Treze Luas. No tempo linear de doze meses, o número de dias para os meses é desigual e irregular. No tempo redondo das treze luas, cada lua tem exatamente 28 dias.

Um erro no tempo pode ser um erro fatal. Enquanto a minha teia biosférica continuar a pulsar sob
as treze luas, a sombra do tempo falso é lançada por um padrão que corrói a biosfera.

O padrão dos seguidores do caminho da semente passou a ser chamado de civilização. São grandes as maravilhas e glórias da civilização humana. Mas por de trás de tudo isso está o implacável padrão do tempo falso. Uma agenda fácil de cobrança de impostos, um imposto com uma fácil base para adquirir riqueza para os governantes da terra.

A civilização da contagem dos doze estabeleceu-se de diversas formas e estilos, por grandes extensões de terra, que o ser humano conhecia como o velho mundo. Onda após onda de civilização veio e foi. Em todo o caso, as bases fiscais necessitavam de se expandir. Era preciso mais terras sob o controle da civilização.

A civilização da contagem dos doze, veio, inevitavelmente, para o novo mundo, para os continentes conhecidos como as Américas. Aqui o povo da tartaruga e da árvore permanecia forte. Aqui a memória das contagens sagradas dos 13:20 mantiveram-se. Como no velho mundo, algumas dessas pessoas, também, escolheram o caminho da semente. Mas no novo mundo, a civilização desenvolveu-se no que estava enraizado nas contagens de 13:20.

Entre o povo da árvore e da tartaruga do novo mundo, ninguém melhor do que os meus filhos, os Maya guardou melhor as contagens sagradas do 13:20. Mesmo que os Mayas entrassem em decadência, lembrariam sempre a contagem dos 13:20. A sua memória de tempo estava completa. Eles seguiram um calendário sagrado chamado o tzolkin. Aqui a contagem das treze luas e dos vinte kin solares teceram juntos um maravilhoso padrão de 260 (13 vezes 20) dias. Neste padrão sagrado da lua-sol, eles entrelaçaram outro padrão cuja contagem fazia os 365 dias da órbita da Terra. Todos os 52 anos do calendário solar e calendários sagrados combinam perfeitamente.

A civilização das treze luas chegou ao fim quando a civilização dos doze chegou ao Novo Mundo. Tudo o que podia ser destruído da civilização do treze, foi destruído. Rapidamente a sombra do tempo falso se espalhou por todo o resto do planeta. Cada oceano foi navegado, cada ilha mapeada e cartografada. A biosfera converteu-se numa base de recurso para a inteligência humana.

Em seguida, veio a conclusão do acto do esquecimento do tempo, a invenção do relógio mecânico. Tal como, no calendário dos doze meses, O relógio também se baseava na contagem dos doze. O tempo linear do calendário de doze espalhou o padrão irregular da civilização e em toda a biosfera desenvolveu uma bizarra reviravolta.

Os seres humanos agora regulam-se pelo relógio. Cada vez mais rápido a criança humana corre veloz. A criança humana corre cada vez mais rápido. Quanto mais rápido correm, mais humanos aderem. Correndo rápido, desbravando a terra para mais máquinas fazerem coisas que tornem a vida mais rápida! Correndo rápido para ficar à frente, para ficar à frente de quê?

Dentro do espelhamento da sombra do tempo falso, tudo o que a criança humana fez, foi regido pelo relógio. Todos os hábitos do ser humano ficaram condicionados pelo relógio. Tudo o que é regulado pelo relógio foi convertido em dinheiro. Trabalho humano foi convertido em dinheiro. Terra e os recursos da terra foram convertidos em dinheiro. O relógio rege os humanos, os humanos correram atrás do dinheiro, o dinheiro compra o poder de transformar a biosfera.

Criança da terra hoje estás aqui. A sombra do tempo falso, espalhou-se ao longo de toda a biosfera. Florestas e animais de todos os tipos estão a desaparecer. Em todos os lugares, rios, oceanos os ares estão poluídas. A tua espécie agora, é tão dominante que existe à custa de outras espécies da minha biosfera. A teia da minha biosfera está esfarrapada. A biosfera constante está ameaçada pela minha última geração de filhos, que agora giram fora de controle!

Com o rugido e o ruído da máquina e à velocidade do relógio, Quem pode ouvir a mensagem tranquila da tartaruga e da árvore?


O círculo plano do tempo falso

nivela o tempo numa única linha
correndo para o infinito

num tempo linear
numa linha plana
Onde está o tempo para ti e para mim?

numa linha rápida a alta velocidade
num tempo linear alta velocidade
Alguém tem mesmo conhecimento
sobre a tartaruga e a árvore?

A última geração de crianças
da última geração da Terra
esqueceu por completo
ou há algo que pode despertar em ti
para o círculo do tempo
que ainda está em ti?

(19) Conselho Dos Povos Da Tartaruga e Da Arvore

(19) Conselho Dos Povos Da Tartaruga e Da Arvore
A bisavó galáxia diz, a mãe Terra está sempre tecendo tempo, a teia é sempre reciclada pelo tempo. Com tempo a teia converte toda a energia cósmica em vida, e a vida na respiração atmosférica. Na teia quem vai contra o tempo vai contra a vida. Esta é a Lei do Cosmos. Aplica-se a tudo.

Criança da Terra onde estás agora? Conheces a história toda? Escuta-a novamente.

Por fim, na última das grandes eras glaciares, surgiu a criança humana como a mais inteligente e mais adaptável dos filhos de toda a Terra. Deixando o tempo dos animais sonhadores, a criança humana entrou no tempo da semente. Mas nem toda a gente plantou e seguiu a semente. O povo da tartaruga escolheu não seguir o caminho das sementes. Eles permaneceram nos lagos e rios, onde eles se conheceram e se misturavam com o povo das árvores. O povo das árvores também tinha escolhido não seguir o caminho das sementes.

Os anciãos da árvore e da tartaruga decidiram realizar um Conselho entre seus povos. Nas profundezas do bosque sagrado, reuniram o seu Conselho. Toda a noite ao redor de uma fogueira, todos os dias entre eixos de luz e sombra, o povo da tartaruga e o povo das árvores realizaram o Conselho.

Aos anciães dos povos da tartaruga e das árvores falaram: nós sabemos que o nosso caminho não é o caminho da semente. O caminho do povo da árvore e da tartaruga é o caminho do tempo sagrado. Se conservarmos as contagens sagradas de 13:20, se conseguirmos manter a memória do tempo sagrado dentro de nós mesmos, então, como a árvore e a tartaruga, vamos ajudar a Mãe Terra a permanecer constante.

E os anciães continuaram: as pessoas que seguem o caminho da semente não estarão em equilíbrio com a Terra. É o trabalho da Mãe Terra, fazer crescer sementes. Mas se os humanos fizerem esse trabalho, então terão de mudar. O Humano não é como a Mãe. Os Humanos são apenas crianças. Para crescer e cultivar sementes, os humanos têm de inventar muitas coisas. As coisas inventadas pelos humanos, vão mudá-los. Sem se aperceberem os humanos vão mudando cada vez mais. As alterações havidas pela mão dos humanos, mais a hipótese de ele esquecer as contagens 13:20 do tempo sagrado. Se os humanos perderem estas duas contagens, então, a Mãe Terra, perderá o seu equilíbrio.

É por isso, que devemos permanecer com as crianças da tartaruga e da árvore. O nosso fogo, os nossos sonhos com os animais, o nosso caminho do tempo sagrado, é tudo o que precisamos. Já que os nossos irmãos e irmãs seguem o caminho da semente esquecerão as contagens sagradas, temos de ser firmes. Aconteça o que acontecer, devemos manter-nos verdadeiros. Mesmo que um de nós continue a manter as duas contagens do tempo sagrado no final da Nova Era, a Mãe Terra pode sempre experimentar a unidade do tempo. Por esta razão, temos de manter viva a verdade do tempo sagrado até ao fim da Nova Era.

Terminou o Conselho dos anciãos do povo da árvore e da tartaruga. Cada clã, cada tribo misturou-se com todos os outros uma última vez. Depois, eles partiram, treze clãs de tartarugas, 20 tribos dos filhos da árvore espalhando-se por toda a biosfera da Terra.

Desde então, o Conselho dos povos da tartaruga e da árvore mantiveram-se nas profundezas das florestas, nas altas montanhas. O tempo e o caminho da semente tomaram conta de todos. Mas alguns do povo da tartaruga e da árvore escaparam. Mas a memória ainda não morreu. Hoje, estas poucas pessoas do tempo sagrado cantam uma canção:


Oh filho da Terra onde está a tua tartaruga mágica

Oh filho da Terra onde está a tua árvore do espírito
Oh filho da Terra sacode o guizo da tua tartaruga mágica
Oh filho da Terra sobe à tua árvore do espírito

(18) O Espírito Fala. A Reciclagem Da Biosfera

(18) O Espírito Fala. A Reciclagem Da Biosfera
Eu sou espírito. Eu sou o outro Eu da biosfera, o Eu que se lembra. Desde o tempo da primeira tartaruga e da primeira árvore, eu fui sempre o outro Eu da biosfera. Espírito é o conhecimento do tempo. Espírito habita no tempo. Quando acordares no tempo, ou quando souberes que é o momento certo, o espírito acorda e conversa.

Última geração dos filhos da Terra, com os olhos brilhantes, fitando em redor, podes ver a tua biosfera inteira? Podes saber de cada fluxo de sua vida, podes conhecer cada momento da tua longa existência? Podes sentir toda a sua agitação no filme da vida e da luz, manto exterior do tempo da Terra?

Eu sou o Espírito, escuta-me. Qualquer que seja a forma que o tempo tome, eu cerco e entro nele. Nenhuma forma do tempo fica sem o meu fôlego. Nenhuma forma do tempo fica sem o meu conhecimento. Nenhum sonho do tempo fica sem a minha formação.

A biosfera é um dos meus sonhos do tempo. A biosfera é moldada através do meu sonho do tempo. O que é esta forma no tempo que o meu sonho cria como biosfera?

É uma membrana, uma pele flexível que respira. É eletrodinâmica. É um tecido magneticamente sensível, quimicamente hiperativo, envolvente que está totalmente vivo. É uma forma de vida tão grande quanto o planeta, e tu és apenas uma única célula que nada na sua seiva!

Esta pele redonda de oceanos e ilhas está acondicionada à volta do cristal pulsante da esfera da Terra. Para cima, esta delicada membrana flutuante de vida dissolve-se em camadas invisíveis da atmosfera, eletromagnéticas e de radiação cósmica.

A biosfera é uma vida por si só. É uma vida superior de infinitos órgãos e funções. Todos os órgãos e funções que cooperam para manter a biosfera no seu deslumbrante jogo de energias cósmicas e cheia de formas de vida, que são as formas do tempo.

A cooperação é o valor supremo da vida da biosfera. Sem cooperação entre todos seus organismos interdependentes, a biosfera teria um colapso. A Terra não teria vida.

Como uma enorme medusa que se agarra a uma bola em órbita no espaço, a transparente e brilhante biosfera é um ser vivo, é a vida de toda a Terra.

Na biosfera, os humanos são a última das experiências do tempo com a vida. O Ser humano traz a inteligência autorreflexiva para a vida da biosfera. O propósito da vida na Biosfera é simples: Manter a Terra como um único organismo. Com inteligência humana, toda a vida na Terra pode tornar-se autoreflectiva: Ter sabedoria.

Como um super gigante, a biosfera tem tido a mesma massa desde que a vida surgiu na Terra. A atmosfera nunca foi nem mais nem menos do que é agora. A quantidade de matéria viva, chamada de biomassa, convertendo a radiação em vida, também permaneceu na mesma. Mesmo que a biomassa tenha assumido muitas formas de vida diferentes, através da longa história da Terra, manteve-se sempre constante.

Que tipo de ser é a biosfera? Como é que a biomassa permanece constante? Como poderia a biosfera manter-se como um ser vivo sobre toda a parte da Terra ao longo do ciclo da Nova Era? A biosfera mantém-se constante através da reciclagem do seu próprio tempo!

A biosfera é um conversor cósmico, numa constante reciclagem governada pelo tempo. O tempo é o governador e o combustível da vida da biosfera.

Vós, última geração dos filhos da Terra, acordem e expandam as vossas mentes. A biosfera precisa de vocês para se tornar responsável!

Como podes ajudar a biosfera? Tornando-te responsável pelo tempo! Última geração dos filhos da Terra, acordem e abram as vossas mentes. O Tempo é tudo o que têm, mas dificilmente percebem isso! Escutem novamente a história do tempo e da biosfera:

No início, quando a Mãe Terra emergiu do infinito, ela recebeu um precioso dom dos anciãos do tempo sem fim, o próprio tempo.

Filha da Terra, os anciãos do tempo sem fim, dirigiram-se à nossa jovem Mãe Terra, agora estás a deixar-nos para ires para o inicio da Nova Era. Isto vai durar um longo tempo. Usa-o sabiamente. Quando a teia da vida começar a tecer a sua biosfera, está pronta para nomear os teus guardiões do tempo, a tartaruga e a árvore. Sem estes dois guardiões do tempo, a criança humana não será capaz de se lembrar de como fechar o tempo Nova Era e abrir o tempo da navegação.

Lembra-te, filha da Terra, os anciãos do tempo sem fim concluíram que a biosfera apenas tem um determinado limite de tempo para brincar. Mas se girares o teu tempo bem, a biosfera aprende a reciclar este tempo e tu irás alcançar o teu objetivo. Um dia, além da unidade de tempo, vais navegar nos rios do tempo.

No mais profundo do seu núcleo cristalino fundido, a mãe Terra guardou o seu tempo preciosamente. Quando surgiu a biosfera, ela deu o tempo para a biosfera. Quanto mais tempo a Mãe Terra deu à biosfera, mais ela aprendeu a girar no seu eixo polar. Desta forma, a mãe Terra, aprendia a equilibrar o tempo da biosfera com o seu próprio tempo planetário. Sem a ajuda da tartaruga e da árvore, a biosfera podia ter-se dissolvido mais que uma vez.

A Mãe Terra chama à biosfera “A teia”. A teia é a abreviatura de toda a biosfera da Terra. Como a camada mais externa do tempo da Terra, a teia abrange toda a Terra. Está tudo ligado dentro da teia, incluindo a biosfera: o inorgânico está ligado ao orgânico, a vida está ligada à vida, o tempo está ligado ao tempo. Toda a terra é uma teia de vida e tempo.

Todas as idades da Terra são recicladas através da teia. Porque a biosfera é fronteira cósmica da Terra, a Mãe Terra quer a teia para se tornar não apenas auto-organizada, mas também auto-refexiva. Quando a biosfera se torna completamente auto-reflexiva, então, a teia não necessita de se reciclar. A teia vai, finalmente, ser capaz de percorrer os rios do tempo da Terra.

Hoje toda a existência delicada mas longa e colorida da teia dependem do ser humano. Criança humana, consegues ver a fiação da teia do teu próprio tempo? Qual de vós se lembra de como fechar o tempo da Nova Era? Quem entre vós se lembra da unidade de tempo? Qual de vós se lembra como abrir o tempo do navegar?

(17) Sonhos Das Crianças Do Tempo

(17) Sonhos Das Crianças Do Tempo
Numa terra antiga, uma criança humana encontrou uma antiga concha de tartaruga. Contando pelos dedos das mãos e dos pés, a criança contou treze escamas. Olhando para a lua, a criança admirou-se.

No profundo de uma antiga floresta uma criança humana encontrou um antigo tronco de árvore dividido ao meio. Olhando fixamente para os anéis de árvore a criança contou-os. A árvore tinha muitos mais anéis do que os humanos tinham em dedos mãos e dos pés. A criança admirada, olhou para cima para o topo das árvores.

O mágico da tartaruga apareceu a uma criança humana, num sonho. No sonho, o espírito mágico da tartaruga disse à criança:

Oh filho do tempo
O tempo está no teu corpo, como o que flui no da tartaruga
A lua está no teu corpo, como o sábio tempo
Olha dentro da lua e diz-me o que vês

No corpo de sonho, a criança humana sonhando, entrou na lua. Lá, ela viu os treze alojamentos todos puros e redondos num grande e brilhante céu. Em cada alojamento, ela viu o espírito guardião dos animais. Parece que cada um dos espíritos animais dos alojamentos da lua disseram algo à criança, cada animal falou uma palavra de poder. Então, quando ela chegou ao décimo terceiro alojamento, o espírito mágico da tartaruga tinha deixado a criança entrar em todo o seu caminho.

A criança estava agora no alojamento da lua cósmica com o espírito da tartaruga. O espírito da tartaruga encheu a criança com amor intenso. No amor estava um intenso conhecimento. O poder de treze mostrou-se de muitas maneiras maravilhosas, desde a girar da energia do Hunab Ku até ao tempo do ciclo da mulher. A criança estava tão feliz que transbordava.

Pela manhã, quando ela acordou de seu sonho, a criança tinha uma nova determinação. Ela chamou-se a si própria “o espírito mágico da mulher tartaruga”. Ela se tornou uma mulher sábia e poderosa. Ela levaria consigo o conhecimento da tartaruga e partilhá-lo-ia com os outros. Ela sabia: A Tartaruga é boa, a tartaruga é medicina. A Tartaruga é meu guia. Agora posso ser EU e ajudar os outros a encontrarem o caminho.

Assim deve ser o caminho das pessoas com o espírito mágico da tartaruga. Elas comunicam com a tartaruga nos seus sonhos, onde quer que a tartaruga se encontre, na região dos lagos ou nos riachos. As pessoas com o espírito mágico da tartaruga conhecem o poder da mensagem da tartaruga. Elas sabem que com o poder mágico da tartaruga podem assegurar o seu lugar na grande biosfera.

Para continuar o conhecimento do sonho através das futuras gerações de seres humanos, o espírito mágico da tartaruga organizou o seu povo numa federação de treze clãs. O propósito destes clãs era manter vivo todo o conhecimento espiritual da tartaruga, o tempo, as treze luas.

O espírito mágico da árvore apareceu num sonho a outra criança humana. No sonho, o espírito mágico da árvore disse à criança:


Oh criança humana

O tempo está na tua mente, tal como a sábia árvore
A árvore está no teu corpo, como o tempo que flui
olha para dentro do corpo da tua árvore e diz-me o que vês?

 

No seu corpo de sonho, a criança humana olhou para dentro de si mesma. Seu corpo estava transparente e cheio de luz. Dentro dela havia algo parecido com uma árvore. Os ossos da sua coluna vertebral, costelas, braços e pernas eram feitas de algo tipo árvore, mas impetuosa e não como algo sonhador já alguma vez visto. Quando olhou para um dos seus ossos, ele transformou-se num tronco de árvore. Os anéis contavam-se em grupos de cinco. E a criança viu que quatro grupos de cinco faziam 20, tal como os cinco dedos de cada uma das suas mãos e dos seus pés. Cada mão tinha cinco dedos, cada pé tinha cinco dedos.

Quando ela entendeu isto no sonho, foi como um grande tambor batendo no céu, cinco, dez, quinze, vinte vezes. Cada vez que se davam as 20 contagens, mais tambores se juntavam ao bater do tempo. O som do tempo tornou-se tão intenso, que no sonho tudo brilhou de igual modo.

Para todos os lugares que a criança olhou através dos olhos do seu corpo de sonho. Tanto as florestas como os céus estavam igualmente cheios de chamas faladoras que contaram à criança sonhadora muitas coisas, antes da floresta arder.

Quando a criança sonhadora despertou do sonho, estava viva e cheia de energia radiante. Ela chamou-se de “espírito do homem da árvore mágica.” Tornou-se um homem de conhecimento e poder. Ele levaria o conhecimento da árvore e o 20 da contagem sagrada com ele para partilhar com os outros. Ele sabia: árvore é boa, a árvore é saúde. Árvore é meu guia. Agora posso ser EU e ajudar os outros a encontrarem o caminho.

Assim deve ser o caminho das pessoas com o espírito mágico da árvore. Comunicam-se com a sua árvore nos seus sonhos e onde quer que a árvore se encontre, nos bosques ou nas grandes florestas, perto de todos os lagos e riachos. As pessoas do espírito de árvore mágica conhecem o poder da mensagem da árvore. Elas sabiam que com o poder mágico da árvore podem assegurar os seus lugares na grande biosfera.

Para continuar o conhecimento do sonho através de futuras gerações de seres humanos, o espírito mágico da árvore organizou o seu povo numa liga de 20 tribos. O propósito das 20 tribos da liga da árvore era manter vivo todo o conhecimento do espírito da árvore, o tempo, e a contagem sagrada de 20, o poder do sol.

Assim, a mãe Terra, fez o seu melhor. A Federação da tartaruga guardará a contagem sagrada da tartaruga das treze luas. A liga da árvore manterá a contagem sagrada dos 20 da árvore do sol. O conhecimento do tempo será mantido como uma sagrada memória pela criança humana. Com a Federação da tartaruga e da liga da árvore, os humanos podem permanecer no seu caminho.

Através da Federação da tartaruga e da liga da árvore, o humano pode resistir tempo suficiente para ajudar a biosfera reciclar-se no final do tempo da Nova Era. Se a última geração das crianças humanas sobreviver o fim do tempo da Nova Era e criar a unidade de tempo, então a minha biosfera irá finalmente ficar completa. Mas é a tua história que tens de terminar, a última geração de crianças da última geração dos meus filhos. Vê como sonharás a história do tempo para a próxima vez.

(16) A Mãe Terra Conta

(16) A Mãe Terra Conta
Diz a mãe terra, 20 é minha contagem sagrada do sol, treze é minha contagem sagrada da lua. 20 anos para uma geração, treze luas para um ano. No número 20 não há nada que não possas contar, não há nada que desconheças. O número treze é o mistério cósmico. No treze está o poder que tudo move no tempo.


Treze mil anos para o sol é uma noite Galáctica

Treze mil anos para o sol é um dia galáctico

 

26.000 anos para um dia-noite galáctico. 26.000 anos para uma super geração de 1300 gerações de 20 anos! 26.000 anos para minha biosfera se reciclar por completo.

Os humanos são a última geração de minhas formas no tempo. A última geração de crianças é uma geração de 26.000 anos. Demora 26.000 anos para que a criança amadureça e se torne responsável. Este ser humano é especial, inteligente e uma criança difícil.

Todos as minhas crianças são especiais, mas o que torna o humano especial é que ele mostra como sabe contar pelos dedos das mãos e dos pés! Mais nenhuma outra forma de tempo da minha biosfera tem dedos das mãos e dos pés, como o humano. Nenhum outro animal pode contar e saber que conta como um ser humano.

Se o ser humano se aperfeiçoar, o humano será hábil e conhecerá o tempo como a tartaruga e a árvore. Sendo a mais jovem as minhas crianças, o ser humano pode agarrar no padrão do tempo e transportá-lo até ao fim do começo da Nova Era para a unidade de tempo e para além da grande e gloriosa viagem.

Quando o ser humano for responsável, ele será o comandante da minha biosfera. Para ser responsável, o ser humano deve aprender, aquilo que realmente precisa, não é o que ele pensa que quer. Para entender o que ele realmente precisa, o ser humano deve entender seu papel na história do tempo.

Crianças de hoje da última geração das crianças da Terra, o que acham que precisam realmente? Conhecem o vosso lugar na história do tempo?

Vamos escutar os sussurros do tempo inicial, quando a criança humana ainda era jovem, os sonhos eram tão necessários para a sobrevivência como uma caçada bem sucedida.

Scroll to top